Rally dos Sertões promove Ação Social pelo 12º ano

A expectativa é de que sejam atingidos de 200 a 300 pessoas diretamente em cada município visitado

  
  

O Rally dos Sertões completa seus 20 anos em 2012, com a competição saindo de São Luís (MA) no dia 18 de agosto e chegando em Fortaleza (CE), no dia 29. São cerca de cinco mil quilômetros, seis estados percorridos por meio de várias cidades do interior do Nordeste.

Nestes 20 anos do maior rali do mundo disputado dentro de um único país, de tantos lugares já visitados e situações vivenciadas por competidores e organizadores, uma necessidade surgiu: a de trazer melhor qualidade de vida a populações de pequenas comunidades por onde a caravana do rali passa.

E há 12 anos, este trabalho é realizado durante a competição. Neste ano, a Universidade Metodista de São Paulo foi convidada pelo Instituto Brasil Solidário – que até 2011 conduziu as ações -para coordenar o projeto.

Assim, uma equipe formada por quatro alunos do último ano dos cursos de Biomedicina e Odontologia, dois professores, três profissionais (um dentista, um educador físico e um nutricionista) formados pela Metodista e duas médicas da FMABC - Faculdade de Medicina do ABC - parte no próximo dia 16 para São Luis, capital do Maranhão, onde começa o trajeto da Ação Social do Rally dos Sertões.

Bacabal, Barra do Corda e Carolina - todas no Maranhão, além de Iguatu e Fortaleza, no Ceará, também estão na programação, que termina no dia 30 de agosto.

A equipe permanecerá cerca de um dia e meio em cada cidade, desenvolvendo atendimentos e atividades em diversas áreas de saúde (Odontologia, Fisioterapia, Nutrição, Educação Física, Biomedicina e Medicina).

A expectativa é de que sejam atingidos de 200 a 300 pessoas diretamente em cada município visitado e mais de 1.000 indiretamente (por meio de atendimentos clinico-laboratoriais e palestras).

“São atendimentos básicos, clínicos e laboratoriais, além de orientações educacionais sobre saúde”, explica Victor Bigoli, professor da Faculdade de Saúde e Coordenador de Projetos de Extensão na Universidade Metodista de São Paulo.

Para o professor, a ação funciona como uma troca de aprendizados entre os participantes e a população atendida.

“A expectativa é aprender um pouco mais sobre as atividades que podemos promover. Para a gente é sempre um novo desafio. Poder levar o aluno é muito importante, pessoalmente e profissionalmente”, afirma.

“O Rally dos Sertões é uma competição desenvolvida e consolidada, que envolve o que de mais moderno há em tecnologia, funcionando de fato como um laboratório a céu aberto.

Passamos por muitos lugares distantes nestas 19 edições, e vimos ao longo dos anos essa necessidade de levar um pouco a estas populações e comunidades mais carentes. É uma maneira também de retribuir o carinho com o qual somos recebidos por onde passamos e todos os anos a Ação Social do Rally dos Sertões é um sucesso”, afirmou Lucas Moraes, gerente de Marketing e Novos Negócios da Dunas Race, organizadora do evento.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Israel Bumajny

  
  

Publicado por em