29ª Semana de Vela de Ilhabela gera negócios da ordem de R$ 6 milhões

Sucesso do evento confirma sua tendência de internacionalização - em 2002, a competição tem um número recorde de 55 velejadores estrangeiros. A 29ª Semana de Vela de lhabela, o maior evento náutico da América Latina e que reúne até este sábado um númer

  
  

Sucesso do evento confirma sua tendência de internacionalização - em 2002, a competição tem um número recorde de 55 velejadores estrangeiros.

A 29ª Semana de Vela de lhabela, o maior evento náutico da América Latina e que reúne até este sábado um número recorde de 178 barcos e 1.250 velejadores, deve gerar negócios da ordem de R$ 6 milhões, se considerados os setores de turismo, comércio, lazer e outros. O sucesso do evento confirma sua tendência de internacionalização. Em 2002, a competição apresenta outras marcas significativas: 55 velejadores estrangeiros e quatro barcos com bandeiras estrangeiras, um espanhol e três argentinos.

Pensando no ano de 2003, quando acontece a 30ª edição da Semana de Vela, a D&S (promotora do evento) está desenvolvendo um plano para tornar a competição ainda mais atraente. `Vamos fazer um trabalho de relações públicas junto aos clubes de velejadores de outros países, no sentido de ter ainda mais competidores de fora que, sem dúvida, vão engrandecer ainda mais a Semana de Vela de Ilhabela`, afirma Edgar Rombauer, diretor da D&S. `Se tivermos um aumento de procura de velejadores, o que deve acontecer pelo fato de ser a Semana de Vela de número 30, poderemos montar uma segunda raia para facilitar a organização das regatas`, adianta.

Para ele, o evento cresce a cada ano e já não é apenas um torneio de vela. `Ele envolve toda uma cidade, no que diz respeito ao turismo, comércio e lazer, sem falar das famílias e amigos dos velejadores. Ilhabela `comprou` o evento e isso reforça o glamour que este adquiriu ao longo dos anos`, afirma.

Pelo fato de acontecer em um mês de férias de inverno, a Semana de Vela de Ilhabela costuma atrair grande número de pessoas ligadas ao esporte (nesta época, a população flutuante na cidade é de 50 mil pessoas). Segundo dados do Dersa, o número de carros que atravessam a balsa São Sebastião-Ilhabela nesse período é três vezes maior daquele registrado normalmente e pode chegar a 12 mil no mês.

Segundo Edgar, esta edição já entrou para história da vela de oceano no Brasil. `Foram investidos mais de R$ 700 mil, sem contar o montante gasto pelos responsáveis dos barcos de ponta, que deve girar em torno de U$ 500 mil cada um`, disse. `Ao todo, cerca de 200 pessoas estão envolvidas na organização no evento, cuidando para que tudo saia conforme o planejado`, explica.

Hotelaria
Maria Inez Ferreira, presidente da Associação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Ilhabela, lembra que o evento deste ano apresentou a mesma ocupação hoteleira das edições anteriores (25%), mas despertou uma significativa procura pela locação informal de imóveis, normalmente usados em temporadas. `O que eu entendo como positivo é o fato da imprensa que cobre a Semana de Vela divulgar bastante o evento para todo Brasil e garantir boa média de ocupação no restante do ano`, ressalta.

`Semana de Vela é Ironman`
Um outro indicador da mobilização da cidade em relação ao evento é o restaurante do Yacht Club de Ilhabela, que tem capacidade para 220 pessoas. Em épocas normais, a taxa média de ocupação do estabelecimento é de 20%. Este número aumenta 200% na Semana de Vela. Durante o evento, o restaurante produz 350 litros de molho e nos outros meses, 15 litros. Além disso, 600 quilos de carne vermelha, peixe e frango são estocados para atender os clientes, contra 15 quilos durante o ano. O número de pães franceses servidos na semana da competição chega a 300 (em épocas normais, não passa dos 40). De acordo com Fabio Negrini, dono do restaurante, sua equipe de garçons aumenta em 100% na época das regatas da Semana de Vela. `Para nós que trabalhamos servindo café da manhã, almoço e jantar, ela é um Ironman`, brinca Negrini.

A 29ª Semana de Vela de Ilhabela tem organização da D&S, com patrocínio de Mitsubishi Motors, com co-patrocínio da HSBC Premier e Semp Toshiba.

Fonte: ZDL – Assessoria de Imprensa

  
  

Publicado por em