A decisão do Water Cross Tour aconteceu no Tahiti Náutica Clube

A categoria Fórmula Indy foi bastante disputada no Campeonato Paulista de Motonáutica. O título acabou ficando com Odair Mazaro, de São Paulo, que largou na pole position e venceu a bateria, somando 550 pontos.

  
  
Categoria Turismo Stock / João Neto/Fotojump

Os pilotos Paulo César Ramos Rabelo, de Angra dos Reis (RJ), Odair Sérgio Mazaro, de São Paulo e André Gellis, de Santo André (SP), conquistaram o título nas categorias Turismo Stock, Fórmula Indy e Cracker Box, respectivamente, no Water Cross Tour, que corresponde ao Campeonato Paulista de Motonáutica FPENM.

As disputas da quarta e última etapa aconteceram no sábado e neste domingo, no Tahiti Náutica Club, em Ribeirão Pires. No próximo final de semana, dias 6 e 7, será realizada a decisão do 15º Campeonato Paulista de Jet Ski – BJSA, no mesmo local.

Na categoria Turismo Stock foram disputadas duas baterias, referentes a terceira e quarta etapas. O líder da competição era Paulo Stille Sobrinho, também de Angra dos Reis, que havia vencido as duas primeiras etapas do Water Cross Tour.

Entretanto, neste final de semana a hegemonia foi de seu companheiro de equipe, Paulo Rabello, que garantiu a pole position nas duas baterias e manteve a ponta até o final. Ele somou um total de 1.100 pontos nas duas etapas e terminou a classificação final com 1.900, conquistando assim, pela primeira vez o título paulista. O vice-campeão foi Paulo Stille Sobrinho, com 1.805, seguido pelo carioca Túlio Machado Rodrigues, com 1.000.

Na equipe Big Dogs Rancing, de São Paulo, o destaque ficou para Fernando Cazassa, que ficou em segundo lugar na primeira bateria e na classificação geral obteve o quarto lugar, com 864 pontos, seguido pelos companheiros de equipe, Elias Andrade, com 844 e Marcelo Nigro, que somou 676.

A categoria Fórmula Indy foi bastante disputada no Campeonato Paulista de Motonáutica. O título acabou ficando com Odair Mazaro, de São Paulo, que largou na pole position e venceu a bateria, somando 550 pontos. Na classificação geral terminou com 1600 pontos, garantindo o título.

Ele não competiu na primeira etapa. Seu conterrâneo Marcos Silva Prado, que liderou a competição nas três primeiras etapas, ficou com o vice campeonato, depois de terminar a quarta e última etapa em segundo lugar. Ele somou 1490 pontos. Em terceiro ficou o também paulistano Ivan Ferreira, com 827.

Desde a primeira etapa do Water Cross Tour, a categoria Craker Box apresentou uma disputa muito acirrada entre os pilotos André Luís Gellis e Wagner Montanari (Toteka), ambos de Santo André. Ambos se alternaram na liderança da categoria e a diferença na classificação final foi de apenas 20 pontos.

Montanari chegou para a final em vantagem, entretanto, na etapa decisiva Gellis levou a melhor fazendo a pole position no sábado e mantendo o primeiro lugar durante toda a bateria no domingo, terminando como campeão, com 1.900 pontos. Montanari ficou com a segunda colocação, depois de largar em terceiro. Ele somou 1.880 pontos. O terceiro colocado no campeonato foi Walter Baptista da Silva, de São Bernardo do Campo, com 685 pontos.

Classificação final:

A classificação final do Water Cross Tour, referente ao Campeonato Paulista de Motonáutica FPENM ficou a seguinte: categoria Turismo Stock – 1: Paulo César Ramos Rabelo, de Angra dos Reis (RJ), 1.900; 2. Paulo Stille Sobrinho, de Angra dos Reis (RJ), 1.805; 3. Túlio Machado Rodrigues, do Rio de Janeiro (RJ), 1.000; 4. Fernando Cazassa, de São Paulo (SP), 864; 5. Elias Brito Andrade, de São Paulo (SP), 844 e Marcelo Nigro, São Paulo (SP), 676 pontos.

Categoria Turismo Stock – 1. Odair Sérgio Mazaro, São Paulo (SP), 1600 pontos; 2. Marcos Silva Prado, de São Paulo (SP), 1.490; 3. Ivan Ferreira, de São Paulo (SP), 827; 4. Carlos Pereira Soares, de São Paulo (SP), 804; 5. Dante Bianchi Filho, de São Paulo (SP), 627; 6. Romário Baldini, de São Paulo (SP), 325; 6. Antônio Salvador, de Riacho Grande (SP), 300; 7. Lebos Ribeiro Chaguri, de São Paulo (SP), 225 e 8. Eliseu Foglieni Júnior, 127 pontos.

Na categoria Cracker Box – 1. André Luís Gellis, de Santo André (SP), 1900 pontos; 2. Wagner Montanari, de Santo André (SP), 1.880; 3. Walter Baptista da Silva, de São Bernardo do Campo (SP), 685; 4. Caio Aschermann, de São Paulo (SP), 621; 5. Eliseu Foglieni Júnior, de São Paulo (SP), 492; 6. Ricardo Lopes Ferreira, de São Paulo (SP), 375; 7. Marcos Rusig, de São Bernardo do Campo (SP), 292; 8. Jairo de Almeida Machado Júnior, de São Paulo (SP), 288; 9. Antônio Carlos Serrichio Júnior, 282; 10. Vitor Maroni Júnior, de São Paulo (SP) 209 e 11. Renato João Pereira, 169 pontos.

15º PAULISTA DE JET SKI – BJSA:

No 15º Campeonato Paulista de Jet Ski BJSA, a movimentação da etapa decisiva começa no dia 6 de dezembro (sábado), às 14 horas, com treinos livres. No dia 7 de dezembro (domingo), haverá as inscrições dos pilotos, a partir das 10 horas. Depois, das 11 às 12 horas serão realizadas as vistorias e treinos. Das 12 às 13h30 serão realizadas as tomadas de tempo e às 14 horas começam as baterias decisivas.

O Water Cross Tour tem a organização do Tahiti Náutica Club, com supervisão da Associação Brasileira de Jet Ski – BJSA e apoio da Federação Paulista de Esportes Náuticos a Motor – FPENM.

Fonte: ROF

  
  

Publicado por em