Rally de regularidade e indoor para os mais radicais

Enquanto os mais inexperientes faziam o passeio ecológico, os proprietários de Suzuki mais radicais realizavam a prova de regularidade, dividida em três categorias: Super Sport, Sport e Adventure. A diferença entre as três é basicamente a média de velocid

  
  

Enquanto os mais inexperientes faziam o passeio ecológico, os proprietários de Suzuki mais radicais realizavam a prova de regularidade, dividida em três categorias: Super Sport, Sport e Adventure. A diferença entre as três é basicamente a média de velocidade e a dificuldade dos obstáculos, mais radicais na Super Sport e gradativamente mais amenos nas demais categorias.

O público não tirava os olhos dos carros.

O público e os demais participantes só puderam presenciar a segunda etapa da prova, que foi uma emocionante corrida contra o cronômetro realizada na arena Suzuki. Composta por curvas fechadas, rampas altas e muita lama, a pista proporcionou muita adrenalina aos competidores, que levaram o público ao delírio.

Helena Deyama pisou fundo para marcar o tempo da pista.

A emoção começou antes da prova, quando a piloto oficial da Suzuki, Helena Deyama, pisou fundo para determinar o tempo a ser batido pelos competidores. Logo de cara, o primeiro carro atolou na rampa e encalhou na ponte, mostrando que a tarefa não seria nada fácil.

O primeiro veículo encalhou na ponte.

A chuva aumentou ainda mais a radicalidade da competição, onde derrapagens e atolamentos foram inevitáveis. Era nessas horas que aparecia o pessoal da equipe de apoio, fundamental para a realização da prova. Com muita eficiência e animação, eles empurravam e guinchavam os veículos atolados, dando um show à parte.

Os pneus giravam em falso no lamaçal.
A equipe de apoio foi fundamental para a realização do indoor.
  
  

Publicado por em