Scheidt conquista tetracampeonato do sudeste brasileiro

O ano não poderia começar melhor para o hexacampeão mundial Robert Scheidt. Logo na primeira competição de 2004, o velejador conquistou o tetracampeonato do Sudeste Brasileiro da classe Laser, disputado no Iate Clube Armação, em Búzios. Na quarta-feir

  
  

O ano não poderia começar melhor para o hexacampeão mundial Robert Scheidt. Logo na primeira competição de 2004, o velejador conquistou o tetracampeonato do Sudeste Brasileiro da classe Laser, disputado no Iate Clube Armação, em Búzios.

Na quarta-feira (21/1), último dia de disputa, Scheidt venceu duas regatas e terminou a competição com apenas 10 pontos perdidos. Esse foi o 101º título na carreira do brasileiro (86º na classe Laser), que vai tentar a conquista da terceira medalha olímpica em Atenas, em agosto.

Além de iniciar o ano com mais um título, Robert deu o primeiro troco no português Gustavo Lima, que o venceu no Mundial de Cadiz, em 2003, por apenas um ponto.

“Acho que a conquista desse título foi convincente. Velejei contra o Gustavo Lima, atual campeão mundial, e contra o espanhol Luis Martinez Doreste, quarto colocado em Cadiz, e terminei com menos da metade dos pontos dos dois”, disse Scheidt, que é patrocinado pelo Banco do Brasil, Bingo Augusta, Varig e Volvo Car Brasil e integra a Equipe Petrobras de Vela.

“Fiz um campeonato bem sólido e agora vou pensar no Brasileiro, também uma competição forte e que terá a presença de outros estrangeiros de renome”,completou Robert, campeão do Sudeste Brasileiro também em 1992, 95 e 99.

Nas oito regatas disputadas no Sudeste Brasileiro, Scheidt venceu cinco, ficou uma vez em segundo, uma em terceiro e uma em sétimo, resultado descartado.

“Nas duas regatas desta quarta, conseguiu largar bem e isso foi decisivo para que eu conseguisse duas vitórias”, afirmou o melhor velejador do Brasil em 2003, segundo o Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Na segunda colocação do campeonato ficou Gustavo Lima,com 22 pontos perdidos. O espanhol Luiz Doreste foi terceiro, com 23 pontos perdidos.

A conquista do 101º título da carreira também deixou Scheidt feliz porque lhe dá mais confiança. “Foi um ótimo começo de ano.Voltar a vencer um campeonato na classe Laser me deixa muito mais motivado para o restante da temporada”, disse.

Hexacampeão mundial e duas vezes medalhista olímpico (ouro em Atlanta/96 e prata em Sydney/200),Scheidt terá ainda essa semana outro duelo contra Lima. Os dois participam do Cricket Match Race, que acontece de sexta-feira a domingo, também em Búzios.

Fonte: ZDL de Comunicação

Armação dos Búzios

  
  

Publicado por em