Cuba atrai turistas brasileiros oferecendo muitas opções de esportes aquáticos

Cuba tem se tornado um destino muito atraente para os brasileiros, com suas praias caribenhas de areias brancas e águas transparentes, festas embaladas a salsa e rum, o charme das antigas construções com carros da década de 50 circulando pelas cidades, su

  
  

Cuba tem se tornado um destino muito atraente para os brasileiros, com suas praias caribenhas de areias brancas e águas transparentes, festas embaladas a salsa e rum, o charme das antigas construções com carros da década de 50 circulando pelas cidades, sua cozinha exótica e seu povo extremamente hospitaleiro.

Para agradar a esses turistas exigentes que não abrem mão de certos confortos capitalistas, vários resorts se instalaram na ilha de Fidel, oferecendo o melhor da hotelaria internacional.

Um desses é o Beaches, um resort de qualidade Sandals, localizado na praia de Varadero, umas das mais belas da ilha. De 2 a 8 de novembro, o Beaches Varadero quer atrair um filão do mercado de turismo que vem crescendo bastante e é muito bem visto pelas empresas do setor: mulheres e homens solteiros que gostam de viajar sozinhos e procuram diversão e tratamento de primeira.

Famoso por seu sistema de “Ultra All Inclusive” (tudo incluído), o resort mais parece um cruzeiro de luxo. Os hóspedes têm 4 opções de restaurantes para café da manhã, almoço e jantar, e ainda podem pedir lanches quando quiser.

Música ao vivo na beira da piscina prepara o clima paras as festas noturnas e a boate do hotel, onde o staff do resort se encarrega de acabar com a inibição dos mais tímidos.

Esportes aquáticos e terrestres ajudam na interação dos visitantes. É possível fazer aulas de mergulho, wind-surf, passseios de banana boat e academia, mas um dos mimos mais requisitados, são os drinks caribenhos de criação exclusiva do Beaches servidos nos bares da praia e da piscina.

Maiores informações: (11) 223-3799

Fonte:Designers News

  
  

Publicado por em

Bruno

Bruno

11/04/2012 11:02:28
Por que o Brasil não copia esse sistema de pacote (tudo incluso)? Nosso país não quer enxergar que o nosso turismo está muito caro, e que 2,7 milhões de turistas deveriam ocupar somente metade da ilha do Marajó, que é duas vezes maior que a Ilha de Cuba. O Brasil ainda se empolga com um valor vergonhoso de 5,7 milhões, se pode ultrapassar todos os países da América latina juntos.