Equipe Canon Quasar Lontra faz `dobradinha` e vence corrida em Joanópolis

A Canon Quasar Lontra, antiga Lontra Radical, confirmou neste sábado porque é a melhor equipe de corrida de aventura do Brasil. O time, dividido em duas duplas, a Canon Lontra (formada por Victor Lopes e Fabrizio Giovannini) e a Canon Quasar (Rafael Campo

  
  

A Canon Quasar Lontra, antiga Lontra Radical, confirmou neste sábado porque é a melhor equipe de corrida de aventura do Brasil. O time, dividido em duas duplas, a Canon Lontra (formada por Victor Lopes e Fabrizio Giovannini) e a Canon Quasar (Rafael Campos/Marina Verdini), fez a dobradinhae conquistou a primeira etapa do Circuito PowerBar Adidas Short Adventure de 2003, realizada em Joanópolis/SP, cidade conhecida como a capital do lobisomem.

As duplas vencedoras cruzaram juntas a linha de chegada e completaram a prova em pouco mais de 5h27min. Em terceiro, chegou a equipe As (5h41min18seg), seguida pela Avataris (5h51min40seg), em quarto, e pela Adventure Camp (5h54min30seg), em quinto.

Promovida pela Ecomotion Outdoor Sports Marketing, a prova teve um percurso total de 52,5 quilômetros e bateu o recorde de inscritos no país (155 duplas). As duplas foram divididas em quatro categorias - feminina, masculina, mista e master (nesta, um dos integrantes da equipe deve ter mais de 45 anos) - e as três primeiras de cada categoria dividiram um prêmio de R$ 10 mil, o que vai se repetir nas outras duas etapas do circuito este ano.

Para Victor Lopes, a corrida em Joanópolis marcou a volta da equipe às atividades depois do Eco Challenge 2002, realizado em outubro nas Ilhas Fiji, considerado a mais difícil prova da modalidade no mundo. Estamos retomando o ritmo para as competições que teremos pela frente em 2003. Faremos uma prova curta por mês até agosto e, de 5 a 15 de setembro, vamos encarar um grande desafio, a Primal Quest, na Califórnia, onde seremos a
cabeça-de-chave número 6, o que muito nos honra.

O corredor de 44 anos lembrou ainda que em outubro a Canon Quasar Lontra representará o Brasil mais uma vez no Eco Challenge, que este ano ainda não tem local definido, e em novembro fará o Ecomotion Pro, que também conta com a organização da Ecomotion Outdoor Sports Marketing, no nordeste brasileiro. Vamos com tudo em busca da vitória nestas provas, ressaltou. Fabrizio Giovannini elogiou muito a primeira etapa do Short Adventure. Foi uma prova perfeita, disse.

Rafael Campos destacou o dinamismo da corrida. Gosto mais das provas que duram mais de um dia, mas o Short Adventure vem ganhando interesse por abrir espaço para novos atletas. Isso vai acabar revelando outros grandes corredores de aventura brasileiros. Marina é outra que prefere as provas longas. Prefiro delirar de sono nas competições maiores e que exigem mais dos atletas, brincou.

Mais sobre a prova :

Além do recorde de inscritos, a prova deste sábado teve outra atração: pela primeira vez uma corrida de aventura no Brasil teve o uso do chip no braço dos atletas. Este recurso é utilizado nas provas de triatlo e pedestrianismo para marcar a posição de chegada e o tempo feito pelo competidor. Estamos não só ampliando a base da modalidade no país como inovando e melhorando cada vez mais as provas de aventura no Brasil, observou Said Aiach Neto, diretor da Ecomotion.

As 155 duplas que correram a etapa de abertura do Short Adventure 2003 largaram às 8h45 da praça central de Joanópolis. As duplas percorreram 31 km de mountain bike, 12,5 km de trekking e 9 km de canoagem, além de orientação por mapa e bússola um rapel positivo (onde o atleta apóia os pés no obstáculo que está descendo) de 40 metros. A orientação foi um dos quesitos mais importantes desta prova, na opinião da maioria dos atletas. Segundo eles, um erro compromete decisivamente no resultado da dupla.

Classificação geral da 1a etapa

1o) Canon Lontra (São Paulo/SP) - 5h27min31 - categoria masculina *

2o) Canon Quasar (São Paulo/SP) - 5h27min35 - categoria mista

3o) As (São Paulo/SP) - 5h41min18 - categoria masculina

4o) Avataris (São Paulo/SP) - 5h51min40 - categoria masculina

5o) Adventure Camp (São Paulo/SP) - 5h54min30 - categoria masculina

6o) Mamelucos (São Paulo/SP) - 6h07min27 - categoria mista

7o) The Hunters 1 (Rio de Janeiro/RJ) - 6h07min45 - categoria masculina

8o) Xenopus (São Paulo/SP) - 6h08min32 - categoria mista

9o) The Hunters 3 (Rio de Janeiro/RJ) - 6h08min50 - categoria masculina

10o) The Hunters 2 (Rio de Janeiro/RJ) - 6h11min51 - categoria masculina

A Canon Lontra foi considerada vencedora por ter entregue o chip quatro segundos antes da Canon Quasar.

Outras etapas do Short Adventure

A aventura continua este ano em mais duas etapas do Circuito PowerBar Adidas Short Adventure. Jaguariúna, na região de Campinas, será sede da segunda etapa, no dia 17 de maio. A terceira prova acontecerá em Saco de Mamanguá, em Parati Mirim (RJ), no dia 14 de junho.

O Circuito PowerBar Adidas Short Adventure é organizado pela Ecomotion Outdoor Sports Marketing e conta com o patrocínio de PowerBar, Adidas e Natura.

Fonte: Ass.Imprensa do Evento

  
  

Publicado por em