Esloveno vence também a 4a etapa da Volta do Rio

O esloveno Mattej Murgeli, que compete pela equipe italiana Ima/Moro/Brugnotto, voltou a estragar a festa dos brasileiros na 3a Volta do Rio de Ciclismo. Depois de chegar na frente na sexta-feira, Murgeli venceu no sábado a quarta e penúltima etapa da com

  
  

O esloveno Mattej Murgeli, que compete pela equipe italiana Ima/Moro/Brugnotto, voltou a estragar a festa dos brasileiros na 3a Volta do Rio de Ciclismo. Depois de chegar na frente na sexta-feira, Murgeli venceu no sábado a quarta e penúltima etapa da competição, com percurso de 129,8 km entre Nova Friburgo e Niterói, com o tempo de
2h37min57seg.

O líder do ranking brasileiro André Grizante, da Extra Caloi, teve problemas mecânicos no sprint e perdeu a chance de colocar a equipe de Suzano no pódio.

“Tivemos muito azar porque o Grizante estava pronto para o arranque final, mas a corrente escapou duas vezes consecutivas.Com isso, ele deixou de brigar pela vitória, exatamente nessa etapa que era sua especialidade”, contou o técnico da Extra Caloi, Mauro Ribeiro.

Na segunda colocação da etapa deste sábado chegou o argentino Sebastian Alexandre (José Palma) e em terceiro Armando Camargo,da São Lucas/Mônaco/Americana, ambos com o mesmo tempo dovencedor. A liderança da Volta do Rio permanece com Mário May, da Memorial/ Santos (10h04min06seg), que tem 15 segundos de
vantagem em relação ao segundo colocado, Luís Amorin, e 19 segundos para o terceiro, Breno Sidotti, ambos da Scott/Marcondes César/São José dos Campos.

A última etapa da Volta do Rio acontece neste domingo, com largada em Niterói prevista para o meio-dia, percurso de 47,3 km e chegada no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. A competição é a mais importante do Brasil e conta pontos para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI), que vai definir os países participantes da Olimpíada de Atenas.

Chateado, André Grizante ressaltou a importância do trabalho de equipe da Extra Caloi neste sábado, mas lamentou a falta de sorte no momento decisivo.

“Faz parte do jogo. Na semana retrasada tudo deu certo e venci as quatro etapas da Volta de Porto Alegre. Mas aqui no Rio, até agora, as coisas não aconteceram como a gente queria”, admitiu o ciclista, que apesar de chegar com o mesmo tempo do vencedor terminou apenas na 26a colocação.

O ciclista mais bem colocado da Extra Caloi na penúltima etapa foi Rodrigo de Mello Brito, o Morcegão, que chegou em 18º.

“No sprint houve uma queda bem na minha frente e precisei frear para não cair também. Só que essa paradinha foi suficiente para me deixar fora dos 15 primeiros colocados.”

Para o técnico da Extra Caloi, sua equipe merece se despedir da competição com uma vitória. “Mais do que merecer, sabemos que temos essa condição. Os ciclistas estão andando muito forte e só não estamos sorrindo neste momento porque fomos surpreendidos na etapa de sexta-feira e uma fatalidade nos atrapalhou no sábado.”

Na classificação por equipes, a Extra Caloi permanece na quarta colocação, atrás de Scott/Marcondes César/São José dos Campos,São Lucas//Mônaco/Americana e Avaí/ Florianópolis/Zita.

Os cinco primeiros colocados da etapa deste sábado:

1o) Mattej Murgeli (ITA) - 2h37min57seg
2o) Sebastian Alexandre (ARG) mesmo tempo
3o) Armando Camargo (São Lucas/Mônaco/Americana) - mesmo tempo
4o) Bruno Saraiva (POR) - mesmo tempo
5o) Pedro Barnabé (POR) - mesmo tempo

Classificação da Volta do Rio após quatro etapas:

1o) Márcio May (Memorial/Santos): 10h04min06seg
2o) Luís Amorin (Scott/Marcondes César/São José dos Campos):10h04min21seg
3o) Breno Sidotti (Scott/Marcondes César/São José dos Campos):10h 04min25seg
4o) Federico Moreira (Avaí/Florianópolis/Zita): 10h 04min 58seg
5o) Soelito Gohr (Scott/Marcondes César/São José dos Campos):10h05min10seg

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em