Fernanda Keller termina em nono lugar no Ironmam do Havaí

A triatleta brasileira Fernanda Keller (Pão de Açúcar/ Nike/ Oi) manteve seu status de “top ten” no Campeonato Mundial de Ironman, disputado no sábado, na ilha de Kona, no Havaí. Ela terminou em nono lugar, após passar por 3,8 km de natação, 1

  
  

A triatleta brasileira Fernanda Keller (Pão de Açúcar/ Nike/ Oi) manteve seu status de “top ten” no Campeonato Mundial de Ironman, disputado no sábado, na ilha de Kona, no Havaí. Ela terminou em nono lugar, após passar por 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42 km de corrida em 10h10m49s.

Aos 41 anos, completados no início do mês, Fernanda foi também a atleta mais velha a terminar a prova entre os dez primeiros colocados, tanto na elite feminina, quanto na masculina.

A vencedora do Mundial Ironamn foi a alemã Nina Kraft, de 35 anos, com 9h33min25s. A suíça Natascha Badmann, 37, foi a segunda, com 9h50s04. Heather Fuhr, 36, do Canadá, com 9h56min19s.

Entre os homens, o campeão foi o alemão Normann Stadler, 33, com 8h33min29s. Em segundo chegou o canadense Peter Reid, 35, com 8h43min40s. Outro alemão, Faris Al-Sultan, 26, completou o pódio com 8h45min14s. O mais velho dos “top-ten” entre os homens foi o francês Rene Rovera, de 39 anos. Ele terminou em nono lugar, com 9h04min32s.

Neste ano, o Mundial Ironman teve recorde de inscritos, com 1.797 atletas, representando 48 países. Em sua 26ª edição, a prova esteve entre as mais difíceis. Prova disso é o tempo da brasileira. Dona de seis medalhas de bronze
(1994/95/97/98/99/2000), Fernanda já terminou o Ironman do Havaí em 9h24m30s, em 1999. Se tivesse repetido o tempo, teria sido a campeã.

“Este ano o nível técnico estava altíssimo e as condições muito adversas, o que dificultou ainda mais pra todo mundo. As fortes rajadas de vento transformaram a etapa de ciclismo num verdadeiro martírio. Tive que me superar na corrida para conseguir fechar entre as dez primeiras”, contou a triatleta, campeã do Ironman Brasil Telecom, em maio, em Florianópolis.

A brasileira ocupava o 321° lugar geral (incluindo homens e mulheres de todas as categorias) após a etapa de ciclismo. Nos 42 km de corrida, ela ganhou 183 posições e terminou como a 138ª no geral.

Fernanda Keller é a única atleta no mundo a ter ficado entre as “Top Tem” tantas vezes. Ela terminou 14 vezes entre as dez primeiras em 18 edições da prova.

“Isso pra mim já é uma vitória. Terminar esta edição mais uma vez entre as dez primeiras é motivo de muito orgulho e alegria”, declarou.

Outro brasileiro, Alexandre Ribeiro, recordista brasileiro com a marca de 8h49m15seg, obtida na edição de 1993, não foi bem. Atual campeão mundial de Ultraman, título conquistado em 2003 nesta mesma ilha, ele completou a prova no sábado em 10h18min32s.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em