Foi dada a largada para o Ironman Brasil Telecom 2004

A principal competição internacional do calendário brasileiro, o Ironman Brasil Telecom 2004, que acontece em 29 de maio, teve seu lançamento oficial na terça-feira, 25, no gabinete da prefeita Angela Amin, em Florianópolis (SC). Até o momento já são 243

  
  

A principal competição internacional do calendário brasileiro, o Ironman Brasil Telecom 2004, que acontece em 29 de maio, teve seu lançamento oficial na terça-feira, 25, no gabinete da prefeita Angela Amin, em Florianópolis (SC). Até o momento já são 243 inscritos de 24 países.

A etapa do próximo ano terá o limite de mil inscritos e os organizadores esperam receber triatletas de mais de 30 paises.

A Latin Sports, empresa realizadora do evento e detentora da marca para toda a América Latina,apresentou para os atletas e autoridades presentes o Comitê Central de Organização (CCO), que visa gerar agilidade e fomentar a marca e a imagem do Ironman junto à população da capital catarinense.

“É muito importante para nós criarmos uma maior interatividade com a comunidade local e gerar negócios com o setor produtivo do município, e com uma estrutura mais elaborada podemos implantar nossa filosofia que é fazer da comunidade uma parceira importante e não apenas uma hospedeira temporária”, explicou o diretor da Latin Sports, Carlos Galvão.

Segundo Galvão, a empresa pretende marcar encontros dos atletas com a comunidade através de centros comunitários e escolas, nos quais os competidores contarão como é o dia-a-dia de um esportista e suas experiências.

Além de receberem visitas dos atletas os moradores interessados em participar diretamente da prova terão a oportunidade de trabalhar no evento como voluntários, que serão cerca de 2 mil.

“É praticamente o número de colaboradores de uma olimpíada. Todos receberão treinamento e apoio para realizar as tarefas, pois queremos mostrar que este é um evento da cidade de Florianópolis e sem a participação dos que aqui vivem a competição não seria possível”, garantiu.

Após apresentar todas as pessoas envolvidas na organização e no apoio da prova que estavam no gabinete,a diretora técnica, Naida dos Santos Freitas, informou que pretende reunir as áreas executiva, técnica e geral no intuito de agilizar ao máximo o processo organizacional da prova.

“Uma prova dessa magnitude precisa de uma logística interligada com a coordenação para facilitar as solicitações e exigências de cada grupo”, disse.

A prefeita Ângela Amim ressaltou a importância do apoio institucional da Fundação Municipal de Esportes,do patrocínio da Brasil Telecom e da estrutura oferecida pelo Clube 12 de Agosto que, segundo ela, não mediram esforços para que a prova continuasse em Florianópolis.

“Todos estamos animados com a manutenção do evento em nossa cidade. Agradeço a todos aqueles que acreditaram na realização desta prova que já faz parte do calendário esportivo da nossa terra”, afirmou.

Projeto Floripa-Iron

Criado no ano passado, o Projeto Floripa-Iron apóia o treinamento de 12 atletas de Florianópolis, que também estavam presentes na reunião. O coordenador do projeto, Camilo Rebollo Couto, aproveitou para entregar à prefeita um relatório com todas as ações e resultados dos atletas participantes.

Entre os atletas está Vanuza Regina Maciel, 33 anos, que na etapa brasileira conquistou o segundo lugar na sua categoria e se classificou este ano para participar da final do circuito no Havaí (EUA), onde foi a terceira brasileira melhor classificada.

“Estou me preparando para melhorar ainda mais este índice para o próximo ano e com o apoio que venho recebendo do projeto acredito que posso conseguir”, falou.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em