Ingo Hoffmann venceu a sétima edição do Rally dos Amigos

O piloto Ingo Hoffmann venceu no sábado (04/12) na categoria carros, ao lado do navegador Luís Carlos Palu, a sétima edição do Rally dos Amigos, competição que encerra o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e a Taça Brasil de Rally, que reúne as t

  
  

O piloto Ingo Hoffmann venceu no sábado (04/12) na categoria carros, ao lado do navegador Luís Carlos Palu, a sétima edição do Rally dos Amigos, competição que encerra o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e a Taça Brasil de Rally, que reúne as três provas organizadas pela Dunas Race (Rota Sul, Rally dos Sertões e Amigos).

A corrida foi disputada na região de Itatinga, interior de São Paulo, e teve 148 quilômetros para carros,motos e quadriciclos, 107 para os caminhões e 217 para
regularidade.

Nas motos, Juca Bala terminou em primeiro e Robert Naji Nahas faturou nos quadriciclos. Nos caminhões a vitória ficou com a dupla Ricardo Domingues e Nilo de Paula. Na categoria regularidade, Alípio e Augusto Petzinger faturaram na Graduados.

Na Turismo, Glauco Alenastro e Domingos Sávio garantiram o primeiro lugar.

Com 12 títulos na Stock Car, a principal categoria do automobilismo, essa foi a primeira vitória do‘dinossauro’Ingo em um rali.

“Para mim é super gratificante porque quando eu entrei no cross country meu objetivo era apenas aprender e ser competitivo. Nunca pensei que ganharia um prova na classificação geral em tão pouco tempo”, disse. Hoffmann foi vice-campeão do Rally dos Sertões 2004, em julho.

Ingo comparou as corridas no asfalto com as provas na terra. “O off road não tem nada com automobilismo de pista. Aqui eu sou um ‘babysauro’, mas isso é legal.Estou com 51 anos e descobri a possibilidade de aprender uma nova arte de pilotagem, o que me empolga muito e essa empolgação eu transfiro para a Stock Car. Lá eu sou dinossauro mesmo, mas está cada vez mais difícil de disputar com a molecada. Mas quero ver esta molecada correndo rali com 51 anos”, desafiou.

Ingo disse estar gostando mais do cross country hoje. “É uma prova contra o relógio e não contra 20 concorrentes diretos como na Stock. Muitas vezes lá você anda bem e é tocado por um moleque e sai da prova. Aqui não”, comparou. No rali, larga um carro a cada dois minutos.

Campeões :

Confirmando o favoritismo, a dupla Guilherme Spinelli e Marcelo Vivolo conquistou o bicampeonato da Taça Brasil de Rally. Os dois já tinham levado por antecipação o bicampeonato brasileiro e chegaram em quinto no Rally do Amigos.

“Na verdade só precisávamos chegar em 12o lugar se o Maurício Neves e o Emerson Cavassini (vice-campeões) ganhassem, mas eles quebraram, o que facilitou. Aí só administramos`, afirmou Spinelli, que venceu o Rally dos Sertões e o Rally Rota Sul. Na categoria caminhões, a vitória do Amigos ficou com a dupla Ricardo Domingues e Nilo de Paula, que com o resultado levaram para a casa o título da Taça Brasil.

Motos :

Depois da quebra no Rota Sul e de ter se machucado no Rally dos Sertões, Juca Bala fez as pazes com a vitória neste sábado ao vencer o Rally dos Amigos.

“Peguei muita poeira, mas mesmo assim consegui ir bem. A prova estava ótima e a organização merece os parabéns. Não foi um ano como eu queria, mas em 2005 vamos ver se aparecem os parceiros”, disse.

O título da Taça Brasil de Rally ficou com Jean Azevedo, que terminou em segundo no Amigos e com isso ultrapassou Dimas Mattos na classificação geral das provas organizadas pela Dunas Race.

Perfeição :

Foi um ano perfeito para Jean Azevedo, que já tinha o título antecipado de campeão brasileiro. “Fui campeão brasileiro, que era o que me interessava. Deu tudo certo e também conquistei o Rally dos Sertões e aTaça Brasil. Isso me deixa confiante para o Rally Paris-Dakar 2005, em janeiro”, disse o piloto, que elogiou o novo percurso do Amigos.

”Foi mais legal do que em Itapetininga (demais edições dos Amigos): estava bastante sinuoso, mas rápido. É o tipo de percurso que mede bem a técnica dos pilotos”.

Dimas Mattos encerrou o ano como vice-campeão da Taça Brasil na categoria motos e disse que ficou contente com o resultado.

“Fui até onde o meu limite permitia. O Jean está de parabéns porque andou muito bem aqui no Amigos”, afirmou.

Nos quadriciclos, Robert Naji Nahas foi o melhor em Itatinga. Ele ficou à frente de Carlo Collet e com o resultado superou o rival, tornando-se o campeão da Taça Brasil.

“Estávamos brigando pelo título, ele ganhava uma e eu outra, mas o percurso era de baixa e o quadriciclo dele tem melhor rendimento neste tipo de prova”, justificou Collet.

Nahas por pouco não fica de fora da prova. “Nos últimos quilômetros meu quadriciclo começou a falhar por falta de gasolina. Tive de baixar o ritmo e quase parei.

Inicialmente a nossa prova tinha 150 quilômetros, mas baixou para 148. Essa foi a minha sorte”, disse o piloto que conquistou o seu primeiro campeonato brasileiro.

“Acho que este título pode me ajudar muito no ano que vem conseguir um apoio e vir mais preparado”, acrddita Nahas.

Resultados do Rally dos Amigos

Moto

1. Juca Bala (KTM 525)

2. Jean Azevedo (KTM 525)

3. Robert Naji Nahas (Honda TRX 450) - quadriciclo

4. Dimas Mattos (KTM 525)

5. Flávio de Carvalho (KTM 525)

Carro

1. Ingo Hoffmann / Luís Carlos Palu (Mitsubishi L200 Evolution)

2. Paulo Nobre / Claudio Vallone (Mitsubishi L200 Evolution)

3. Fellipe Bibas / Deco Muniz (Mitsubishi L200 RS)

4. Carlos Passarin / Fábio Peralli (Mitsubishi L200 Evolution)

5. Guilherme Spinelli / Marcelo Vívolo (Mitsubishi L200 Evolution)

Caminhão

1. Ricardo Domingues/Nilo de Paula (Ford)

2. André Azevedo/Luiz Azevedo (Mercedes-Benz)

3. Carlos Salvini/Guido Salvini (Mercedes-Benz)

Regularidade

Graduados

1. Alípio Petzinger/Augusto Petzinger

2. Gilberto Ruppenthal/Isaque Ruppenthal

3. José Felipe/Tiago Vargas

4. Antonio Sampaio/Anderson de Barros

5. Antonio Della Torre/Denilson Finoti

Turismo

1. Glauco Alenastro/Domingos Sávio

2. Isaias Sznifer/André Cobianchi

3. Daniel Lamego/Felipe de Paula

4. Alexandre Chaves/Pedro Coleta

5. Marcelo Curi/Bruno Sad da Silva

Resultados da Taça Brasil de Rally

Moto

1. Jean Azevedo

2. Dimas Mattos

3. Fabrício Marchesi

4. Juca Bala

5. Jakson Feuback

Carro

1. Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo

2. Ingo Hoffmann / Luiz Carlos Palu

3. Maurício Neves / Emerson Cavassin

4. Klever Kolberg/Lourival Roldan

5. Marcos Baumgart/Gilberto Barricatti

Caminhão

1. Ricardo Domingues/Nilo de Paula

2. André Azevedo/Robson Oliveira

3. Carlos Salvini/Guido Salvini

4. Luciano Braga/Carlos Eduardo dos Santos

5. Alfredo Yahn/João Herrmann

Regularidade Graduados

1. Alípio Petzinger/Augusto Petzinger

2. Gilberto Ruppenthal/Isaque Ruppenthal

3. Roque Veviurka/Alberto Minski

4. Luís Fernando Ortega/Nelson Ortega

5. Antonio Sampaio/Anderson de Barros

Regularidade Turismo

1. Daniel Lamego/Felipe de Paula

2. Liu Chiesa/Elaine Ribeiro

3. Jeancarlo Gionavella/Fabrício Zarth

4. Glauco Alenastro/Domingos Sávio

5. Ronaldo Bertoni/Simone Bertoni

Fonte: VipComm Assessoria de Imprensa

  
  

Publicado por em