Luís Amorin é o campeão da Volta do Litoral Paranaense

O ciclista da Extra Caloi Suzano André Grizante não suportou o forte ritmo das montanhas entre Matinhos e Curitiba e não conseguiu reverter a vantagem de 15 segundos de Luís Amorin, da Scott/Marcondes César/Fadenp, de São José dos Campos, que conquistou n

  
  

O ciclista da Extra Caloi Suzano André Grizante não suportou o forte ritmo das montanhas entre Matinhos e Curitiba e não conseguiu reverter a vantagem de 15 segundos de Luís Amorin, da Scott/Marcondes César/Fadenp, de São José dos Campos, que conquistou neste domingo o título da Volta do Litoral Paranaense.

Campeão de regularidade e da meta volante, Grizante sentiu os efeitos da altitude de mais de 800 metros na serra do mar e não conseguiu se dar bem na etapa decisiva, com percurso de 107 km, vencida por Antônio Nascimento, o Tonho, da Memorial/Santos.

“Não deu para reverter a situação. Foi uma etapa muito agressiva em que nossa equipe se defendeu como pôde, mas não tivemos como segurar a vantagem de 1min30seg na montanha. O nível técnico está cada vez mais forte e o cansaço foi um adversário a mais neste domingo”, contou o treinador da Extra Caloi, o
ex-campeão mundial Mauro Ribeiro.

Com os resultados deste domingo, o título da Volta do Litoral Paranaense ficou com Luís Amorin, seguido pelo companheiro de equipe Soelito Gohr e por Daizon Mendes, da DataRo/Blumenau.

“O Luizão mostrou que está em grande forma, mas o resultado geral foi bom. O Grizante também continua em grande fase, e o Patrique Azevedo não fica atrás, tanto que terminou a Volta na sexta colocação”, disse Mauro Ribeiro.

Além de André Grizante e Patrique Azevedo, a Extra Caloi conseguiu a quarta colocação por equipes na Volta do Litoral Paranaense com Jean Morowski, José Aparecido dos Santos, o Zezinho, Renato Rohsler e Cléber Neves. O título por equipes ficou com a Scott/Marcondes César/ Fadenp.

Com o fim da Volta do Litoral, quase todos os ciclistas da Extra Caloi vão ganhar alguns dias de folga. As exceções são Patrique Azevedo e Renato Rohsler, que disputam na Itália o Giro Júnior, voltado para ciclistas de até 24 anos.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em