Luta de Scheidt pelo Hepta Mundial começa hoje

O hexacampeão mundial Robert Scheidt terá de esperar mais um dia para começar a brigar pelo hepta. Os ventos inconstantes em Bodrum, na Turquia, adiaram o início do Campeonato Mundial da Classe Laser, previsto para a quinta-feira. Assim, em vez de duas re

  
  

O hexacampeão mundial Robert Scheidt terá de esperar mais um dia para começar a brigar pelo hepta. Os ventos inconstantes em Bodrum, na Turquia, adiaram o início do Campeonato Mundial da Classe Laser, previsto para a quinta-feira. Assim, em vez de duas regatas diárias, estão programadas três provas na sexta-feira e três no sábado.

“Estávamos na água já às 11 horas (5 horas de Brasília), mas a largada foi atrasada porque os ventos estavam rondando demais. Depois até largamos, mas uma virada do vento em 40º obrigou a comissão de arbitragem a adiar a regata”, contou Robert, de 31 anos, patrocinado pelo Banco do Brasil, Medley Genéricos, Varig e Volvo Car Brasil e integrante da Equipe Petrobras de Vela.

Os 143 competidores de 60 países, divididos em duas flotilhas (grupos), ficaram na água até as 15 horas,quando as duas provas previstas foram transferidas para sexta.

“Foi uma pena porque, no fim da tarde, o vento firmou e aumentou bastante, ficando ótimo para velejar”, completou o medalha de ouro na Olimpíada de Atlanta em 1996 e de prata em Sydney/2000.

O Mundial de Bodrum tem uma fase classificatória até domingo, quando somente os velejadores mais bem colocados passam para a flotilha ouro, que será disputada entre segunda e quarta-feira. Cada competidor terá direito a um descarte se até cinco regatas forem disputadas, e dois descartes caso o número de provas seja superior a dez.

“Continuo animado para a competição, mas agora vai ser tudo mais puxado. As regatas também serão mais compridas, uma vez que são apenas duas flotilhas, com aproximadamente 75 barcos cada”, disse o líder do ranking mundial da Federação Internacional de Vela (ISAF) e dono de 106 títulos na carreira.

Invicto em 2004 com seis títulos nas seis competições que disputou - Brasileiro, Sudeste Brasileiro,Centro-Sul-Americano, Cricket Match Race, Pré-Olímpica de Búzios e Semana de Hyères -, Scheidt disputa na Turquia o segundo campeonato mais importante do ano, atrás somente dos Jogos de Atenas, em agosto.

Os seis títulos mundiais de Scheidt foram conquistados em Tenerife - Espanha/95, Cidade do Cabo - África do Sul/96, Algarrobo - Chile/97, Cancún - México/2000, Cork - Irlanda/2001 e Cape Cód - Estados Unidos/ 2002. No ano passado, o hepta escapou por apenas um ponto em Cadiz, na Espanha.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em