Maior prova de ciclismo endurance do Brasil terá a largada na capital paulista

A segunda edição da Extra Distance 800K, maior prova de ciclismo endurance do Brasil, já tem data marcada em 2004. A prova acontece nos dias 4 e 5 de dezembro, com largada na capital paulista, seguindo em direção a Ribeirão Preto, no interior do estado, e

  
  

A segunda edição da Extra Distance 800K, maior prova de ciclismo endurance do Brasil, já tem data marcada em 2004. A prova acontece nos dias 4 e 5 de dezembro, com largada na capital paulista, seguindo em direção a Ribeirão Preto, no interior do estado, e voltando para São Paulo.

As inscrições serão abertas no próximo dia 23, em um estande montado na Feira de Esporte e Saúde da Maratona Pão de Açúcar de Revezamento, no Velódromo da Cidade Universitária (USP).

Os interessados podem se inscrever em três categorias, solo, duplas e quartetos, sendo que a categoria solo valerá vaga novamente para a disputa da Race Across America 2005, prova que cruza os Estados Unidos de costa a
costa.

As vagas são limitadas a 100 equipes e as inscrições custam R$ 400,00 para solo, R$ 600,00 para duplas e R$ 800,00 para quartetos e não haverá pré-reserva. A feira funcionará de 23 a 25 de setembro das 10h às 22h, e no dia 26, das 7 às 16 horas.

Participaram da primeira edição do evento, em 2003, 217 ciclistas divididos em 69 equipes. Segundo Jim Pitre, diretor de provas da RAAM e membro da UMCA (Ultra Marathon Cycling Association), a prova bateu o recorde mundial em número de participantes em provas de endurance realizadas pela primeira vez.

A Extra Distance 800K foi inspirada na Race Across America, em que os ciclistas atravessam os Estados Unidos de costa a costa em até treze dias de prova. Neste ano, Márcio Milan, Michel Bögli, Cássio Brandão e José Filho formaram uma equipe brasileira na RAAM, terminando a competição de 4773 quilômetros em 7 dias.

“Nossa expectativa para a Extra Distance deste ano é muito grande, pois participamos do Race Across America 2004 e poderemos passar toda a experiência que tivemos para os ciclistas brasileiros”, explica Márcio Milan, diretor comercial de commoditties, projetos especiais e assuntos corporativos do Grupo Pão de Açúcar e um dos idealizadores da competição.

No ano passado, a prova teve exatamente 857 quilômetros. A largada aconteceu em Campinas, com os ciclistas seguindo até Barra Mansa, no Rio de Janeiro, com chegada na Praia Grande, em Santos, depois de mais de 24 horas de pedal.

Júlio Paterlini foi o campeão da categoria solo, com 29h07min41s e média de 29,422 km/h, superando o recorde brasileiro de distância, que era dele mesmo ao lado de Cláudio Clarindo. No feminino, Rosângela Hoeppner venceu com 32h58min03s e média de 25,995 km/h.

Nas duplas, vitória da Secco Team, formada por Luiz Fernando e José Carlos Secco, com 27h44min37s no masculino; e B+,com Rosana Rodrigues dos Santos e Vanessa Gianinni, 31h30min50s, no feminino.

Na categoria quarteto masculino deu Memorial/Santos, com Márcio May, Hernandes Quadri Jr, Antonio Nascimento e Pepe Altstut, com 22h37min55s; no feminino Extra 3, Fernanda Paradizo, Lidiane Regina Souza, Patrícia Vitório e Patrícia Lopes Campos, 32h49min10s; e na quarteto misto Caloi/ Extra/Suzano, com Patrique Azevedo, Daniel Soeiro, Renato Ruiz e Renata Gomide, com 22h35min04s.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em