Mariana Ohata é a melhor brasileira no Mundial da Nova Zelândia

Eleita pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) a melhor triatleta do Brasil em 2003, a brasiliense Mariana Ohata, da equipe Pão de Açúcar, correspondeu às expectativas e conseguiu outro bom resultado na madrugada deste domingo (horário de Brasília). Com

  
  

Eleita pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) a melhor triatleta do Brasil em 2003, a brasiliense Mariana Ohata, da equipe Pão de Açúcar, correspondeu às expectativas e conseguiu outro bom resultado na madrugada deste domingo (horário de Brasília).

Com o tempo de 2h09min47s, Mariana terminou na nona colocação do Campeonato Mundial de Triatlo, disputado em Queenstown, na Nova Zelândia, e somou importantes pontos no ranking da União Internacional de Triathlon (ITU), que vai definir os participantes dos Jogos Olímpicos de Atenas/2004.

Mariana ocupa atualmente a 12ª colocação do ranking mundial. Os demais integrantes da equipe, Carla Moreno, Gisele Bertucci (sub-23), Leandro Macedo, Juraci Moreira e
Paulo Miyasiro, não completaram o desafio.

As vitórias nas provas masculina e feminina, que tiveram percurso de 1,5 km de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida, ficaram com triatletas australianos: Peter Robertson, 21º colocado do ranking masculino e Emma Snowsill, 23ª do ranking feminino. Ambos somaram 1.000 pontos pelo título.

Mariana Ohata terminou a etapa de natação em 20min03s e saiu da água longe das primeiras posições. A brasiliense se recuperou no ciclismo e, após bom desempenho também na corrida, chegou apenas 12 segundo atrás da oitava colocada. O nono lugar no Mundial da Nova Zelândia fecha a melhor temporada da carreira de Mariana, vice-campeã da etapa de Madri da Copa do Mundo e bicampeã brasileira de triatlo.

Apesar de os demais atletas da equipe Pão de Açúcar não terem conseguido terminar a prova, o balanço do ano é positivo. Carla Moreno, que abandonou a prova na Nova Zelândia na etapa de ciclismo, ocupa a 10ªposição do ranking da ITU e conseguiu o vice-campeonato em Cancún, no México, além da vitória na etapa do Rio de Janeiro, tornando-se a primeira triatleta do país a vencer uma etapa da Copa do Mundo. Na segunda-feira passada (01/12), Carla ainda conquistou o título mundial de Aquathlon, também na Nova Zelândia.

No masculino, o gaúcho radicado em Brasília Leandro Macedo ocupa a 23ª posição do ranking, o paranaense Juraci Moreira é 39o e o santista Paulo Miyasiro, 54o. Os três também abandonaram o Mundial da Nova Zelândia no ciclismo, mas permanecem com boas chances de representar o Brasil em Atenas.

Segundo o critério da Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri), os brasileiros que estiverem entre os 100 melhores do ranking mundial no dia 31/12/2003 estarão habilitados a participar de três provas internacionais seletivas para Atenas.

As duas primeiras serão marcadas assim que a ITU divulgar o calendário de 2004, e a terceira será o Campeonato Mundial do ano que vem. Os brasileiros mais bem colocados (primeiro homem e primeira mulher) no ranking até o dia 8 de maio de 2004 estarão com a
vaga garantida.

Os três primeiros colocados da prova masculina no Mundial de Triatlo foram:

1º) Peter Robertson (AUS) - 1h54min13s
2º) Ivan Rana (ESP) - 1h54min37s
3º) Olivier Marceau (SUI) - 1h54min52s

As três primeiras da prova feminina:

1. Emma Snowsill (AUS) - 2h06min40s
2. Laura Reback (USA) - 2h08min03s
3. Michellie Jones (AUS) - 2h08min04s
9. Mariana Ohata (BRA) - 2h09min47s

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em