Match Race Brasil mostra novidades na edição 2004

O Match Race Brasil, competição barco contra barco que reúne os maiores nomes da vela brasileira, terá novidades na edição de 2004, cuja primeira etapa será disputada de 3 a 6 de junho, em Búzios (RJ). A participação de tripulações estrangeiras, a dis

  
  

O Match Race Brasil, competição barco contra barco que reúne os maiores nomes da vela brasileira, terá novidades na edição de 2004, cuja primeira etapa será disputada de 3 a 6 de junho, em Búzios (RJ).

A participação de tripulações estrangeiras, a disputa da Copa Feminina e a realização de uma regata Pro-Am, reunindo profissionais e amadores,são algumas das novas atrações do evento, que tem o objetivo de popularizar o esporte e atrair a atenção da grande mídia.

Por isso, o torneio tem regras simples, regatas curtas e é disputado perto da costa para facilitar o acompanhamento do público. As outras duas etapas estão marcadas entre 16 e 19 de setembro, em Ilhabela, e entre 18 e 21 de novembro, no Rio de Janeiro.

O português Gustavo Lima, campeão mundial da classe Laser em 2003, e o argentino Torkel Borstrom serão os comandantes das tripulações estrangeiras, convidadas especiais dos organizadores. Assim como no ano passado, as regatas serão disputadas em quatro Bénéteau 40.7, rigorosamente iguais, que serão sorteados aos participantes. Já a Copa Feminina será disputada por quatro tripulações de quatro velejadoras em barcos J24.

As comandantes serão Isabel Ficker, Isabela Malpighi,Caroline Bejar e Fernanda Oliveira. A competição terá eliminatórias nos dias 3 e 4 e finais no dia 6 pela manhã.

Já o Pro-Am será uma regata de flotilha, reunindo os quatro Bénéteau,no dia 5 (sábado) à tarde. Os barcos serão comandados por Torben Grael, campeão invicto da edição de 2003, Alan Adler, Robert Scheidt e Gustavo Lima. As tripulações serão compostas por três profissionais e sete ou oito amadores convidados.

Outra novidade é a participação de duas tripulações classificadas numa competição eliminatória, promovida neste final de semana pela Federação Brasileira de Vela e Motor (FBVM) na praia do Flamengo, no Rio de Janeiro.

O torneio, chamado de Brasil Match Cup, reúne 12 tripulações em barcos J24. Com mais esses dois classificados, oito equipes vão brigar pelos R$40 mil em prêmios por etapa (serão R$ 120 mil no total). Em Búzios, as regatas classificatórias, semifinais e finais serão disputadas em frente ao Iate Clube, na Praia dos Ossos.

Destaques olímpicos Além de Gustavo Lima e Torkel Borgstrom e dos dois skippers das tripulações a serem definidas na seletiva, os outros quatro comandantes em Búzios serão Torben Grael, Alan Adler, João Joca Signorini e André Bochecha Fonseca.

A competição será uma verdadeira celebração da vela brasileira, reunindo grande parte dos atletas que representarão o Brasil na modalidade na Olimpíada de Atenas, em agosto.

Torben Grael terá em sua tripulação a companhia de seu proeiro Marcelo Ferreira na classe Star. Campeões olímpicos em Atlanta e medalha de bronze em Sydney, eles vão lutar por mais uma medalha na Grécia.

Outro campeão olímpico confirmado é Robert Scheidt, hexacampeão mundial de Laser, que tentará a terceira medalha nos Jogos de 2004. Outros velejadores classificados para a Olimpíada e que participam do Match Race Brasil são João Joca Signorini (Finn), André Bochecha Fonseca e Rodrigo Duarte (49er), Alexandre Paradeda (470) e Carol Borges (Mistral).

Organizado pela Vela Brasil, empresa de marketing esportivo criada com o único propósito de desenvolver profissionalmente o iatismo, o Match Race usa as mesmas regras da Louis Vuitton Cup, classificatória para a America’s Cup, a competição de vela mais tradicional do mundo, com mais de 150 anos de história.

`A essência do Match Race é chegar à frente do adversário, sendo a tática de `marcar` o outro mais importante do que buscar a velocidade pura`, define Alan Adler ex-campeão mundial da classe Star, ganhador da medalha de prata na classe J24 nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, em 2003, e diretor da Vela Brasil. “Um dos grandes segredos é conseguir a melhor largada possível.”

O Match Race Brasil é uma realização da Vela Brasil, com supervisão da Federação Brasileira de Vela e Motor (FBVM) e apoio da Prefeitura Municipal de Búzios e do Iate Clube Armação dos Búzios. O patrocínio é da Vivo, Motorola, UBS, Varig,Braskem e Volvo.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em