Mau tempo cancela regatas em Hyéres

Um verdadeiro dilúvio cancelou as regatas programadas para esta quinta-feira na Semana Olímpica Francesa, em Hyères. Muita chuva, ventos de até 40 nós (quase 74 km/h), ondas enormes e bastante frio tornaram impossível a continuação de uma das mais tradici

  
  

Um verdadeiro dilúvio cancelou as regatas programadas para esta quinta-feira na Semana Olímpica Francesa, em Hyères. Muita chuva, ventos de até 40 nós (quase 74 km/h), ondas enormes e bastante frio tornaram impossível a continuação de uma das mais tradicionais competições de iatismo no mundo, com a participação de aproximadamente mil velejadores de 40 países competindo em 11 classes.

Com isso, o hexacampeão mundial Robert Scheidt mantém a liderança da classe Laser e pode conquistar o título inédito em Hyères nesta sexta, último dia do campeonato.

“Não existia a menor condição de velejar. Entrou uma frente fria violenta, os organizadores adiaram o início das regatas do meio-dia para as 14 horas (9 horas de Brasília), mas o tempo não melhorou”, contou Scheidt, de 31 anos, que é patrocinado pelo Banco do Brasil,Varig e Volvo Car Brasil e integra a Equipe Petrobras de Vela.

Com três vitórias, dois segundos, dois terceiros e um quarto lugares nas oito regatas disputadas desde domingo, Scheidt lidera a competição com 13 pontos perdidos, levando em conta o descarte da quarta colocação.

Em segundo aparece o australiano líder do ranking mundial Michael Blackburn, com 22, e em terceiro está o austríaco Andreas Geritzer, com 23 pontos perdidos.

Vice-campeão da Semana de Hyéres em 2000 e 2002 e sétimo colocado no ano passado, Scheidt pode conquistar o título inédito nesta sexta, se as condições climáticas permitirem a realização das regatas.

“Na sexta acontece pelo menos uma regata e, no máximo, três. A previsão meteorológica é de muita onda novamente. Quanto aos ventos, não dá para saber ainda”, contou o medalha de ouro na Olimpíada de Atlanta/96 e de prata em Sydney/2000.

Se apenas uma regata for disputada na sexta-feira, cada velejador pode descartar um resultado. Se acontecerem pelo menos duas provas serão dois descartes. O início das regatas está programado para as 10 horas locais (5 horas em Brasília).

Primeira competição de Robert Scheidt na Europa desde setembro, a Semana de Hyères é um treino de luxo para o Mundial da Turquia, em maio, e a Olimpíada de Atenas, em agosto. Atual segundo colocado do ranking da Federação Internacional de Vela (ISAF), Scheidt disputou cinco torneios no Brasil antes de embarcar para a França e venceu todos: Pré-Olímpica de Búzios, Campeonato Brasileiro, Sudeste Brasileiro, Centro-Sul-Americano e Cricket Match Race.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em