Memorial / Santos terá força máxima na Copa da República

A equipe Memorial/Santos, líder do ranking brasileiro de estrada, terá força máxima na disputa da II Copa da República de Ciclismo, que será realizada neste domingo, dia 16, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Rodrigo de Melo Brito, o Morcegão,

  
  

A equipe Memorial/Santos, líder do ranking brasileiro de estrada, terá força máxima na disputa da II Copa da República de Ciclismo, que será realizada neste domingo, dia 16, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

Rodrigo de Melo Brito, o Morcegão, um dos integrantes da equipe, vai tentar o bicampeonato. A prova terá largada por volta das 9h30, um percurso de menos de 40 quilômetros e transmissão ao vivo pela TV Globo.

“Vamos com a equipe completa porque essa competição é muito importante no nosso calendário”, diz o técnico Cláudio Diegues, que garante não ter uma estratégia especial para a corrida. “É uma prova muito curta e todo mundo tem de ficar esperto o tempo todo.”

Morcegão, o principal sprinter da equipe, está, segundo Diegues, mais bem preparado neste momento. “Ele tirou um período de descanso antes dos outros atletas porque se casou em setembro e agora está numa fase mais adiantada de treinamento”, lembrou o técnico.

“Os outros descansaram só depois dos Jogos Abertos do Interior, em outubro, e estão no treino de base de academia e musculação.”

Além de Morcegão, a equipe terá ciclistas experientes e vencedores como Márcio May, Hernandes Quadri Júnior e Antônio Roberto Xavier, além dos jovens Róbson Dias e Anderson Luís de Oliveira.

Morcegão garantiu o título no ano passado ao passar o uruguaio Alen Christina Reyes Torres, que levantou os braços para comemorar a vitória e perdeu a prova no fotofinish.

“Neste tipo de competição não dá para vacilar”, comenta o ciclista brasiliense, radicado no Rio de Janeiro, de 26 anos. “Temos de acreditar até o último instante.”

Para Antônio Roberto Xavier, o Tonho, a Copa da República é uma prova extremamente exigente do ponto de vista físico.

“Você anda no máximo o tempo todo e não pode perder a concentração”, diz o cearense, de 26 anos, que este ano ganhou a tradicional Volta Internacional de Santa Catarina. “Na prática, essa prova vai marcar o início da temporada 2004 e será muito bom começar com o pé direito.”

A II Copa da República é uma realização e tem organização da Rede Globo de Televisão e da Yescom e apoio da Federação Metropolitana de Ciclismo. A supervisão é da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), com patrocínio de Oi e Correios.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em