Miyasiro obtém o melhor resultado no Mundial de Funchal

O santista Paulo Miyasiro (Pão de Açúcar/Unimonte) conseguiu o melhor resultado brasileiro no Campeonato Mundial de Triatlo, disputado neste domingo, em Funchal, na Ilha da Madeira, em Portugal. O atleta terminou a prova, válida como última seletiva p

  
  

O santista Paulo Miyasiro (Pão de Açúcar/Unimonte) conseguiu o melhor resultado brasileiro no Campeonato Mundial de Triatlo, disputado neste domingo, em Funchal, na Ilha da Madeira, em Portugal.

O atleta terminou a prova, válida como última seletiva para a Olimpíada de Atenas, em agosto, em 13o. lugar. Ele completou as distâncias olímpicas (1.500 metros de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida), em 1h42min21.

O gaúcho Leandro Macedo (Pão de Açúcar)terminou em 53o. (1h46min57), enquanto o paranaense Juraci Moreira (Pão de Açúcar/ Brasil Telecom) e Virgilio de Castilho
(Pão de Açúcar/Brasil Telecom) não completaram a prova.

A Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri) deve anunciar oficialmente nesta segunda-feira a lista dos atletas classificados para representar o país nos Jogos Olímpicos da Grécia. As vagas dependem da colocação final no ranking da União Internacional de Triathlon (ITU).

Na categoria feminina, cujas representantes na Olimpíada já estão definidas (Carla Moreno, Mariana Ohata e Sandra Soldan),a atuação das brasileiras não foi tão boa como no masculino.

O melhor resultado foi o 43o. lugar da paulista Carla Moreno (Pão de Açúcar/Nike), oitava colocada no ranking mundial e vencedora do Pré-Olímpico de Mazatlán, em abril, no México.

Ele completou a prova em 2h00min57. A carioca Sandra Soldan (Pão de Açúcar/Brasil Telecom/ Reebok/PowerBar), 12a. no ranking da ITU, terminou em 46o. lugar, com 2h02min11, seguida de Ana Bocanera, com 2h04min53. Mariana Ohata (Pão de Açúcar/Brasil Telecom) não completou a prova.

A vencedora da prova feminina foi a norte-americana Sheila Taormina, com o tempo de 1h52min17, seguida da australiana Loretta Harrop (1h52min29) e da norte-americana Laura Reback (1h53min00).

No masculino, a vitória foi do neozelandês Bevan Docherty, com a marca de 1h41min04. O espanhol Ivan Rana ficou em segundo lugar, com 1h41min05, seguido de Dimitry Gaag, do Kazaquistão, com 1h41min18.

Após a realização da prova de domingo e os cálculos do novo ranqueamento, devem ser conhecidos nesta segunda-feira os nomes dos atletas que irão disputar a Olimpíada de Atenas.

O brasileiro mais bem colocado no ranking mundial terá sua vaga garantida, enquanto as outras vagas (uma ou duas, dependendo da classificação dos atletas no ranking mundial) serão preenchidas pelos atletas que obtiverem os melhores resultados nas seletivas, descartando o pior desempenho.

De acordo com as regras da International Triathlon Union, quanto mais atletas bem colocados no ranking mundial mais vagas um país terá em Atenas, sendo no máximo três femininas e três masculinas.

Hoje, no feminino, o Brasil tem as três vagas
asseguradas, para Sandra Soldan, Mariana Ohata e Carla Moreno. Já no masculino, o Brasil tem garantidas até agora apenas duas vagas, mas ainda pode conseguir a terceira.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em