Muita chuva e lama marcaram o terceiro dia da Fenajeep

O terceiro dia da Festa Nacional do Jeep foi marcado por muita chuva e,conseqüentemente, muita lama. O Raid Fenajeep - Trilha do Gambá Verde, com cerca de 70 quilômetros, foi a grande atração do dia e deu muito trabalho para os competidores. A prova r

  
  

O terceiro dia da Festa Nacional do Jeep foi marcado por muita chuva e,conseqüentemente, muita lama. O Raid Fenajeep - Trilha do Gambá Verde, com cerca de 70 quilômetros, foi a grande atração do dia e deu muito trabalho para os competidores.

A prova reuniu 200 veículos, divididos em seis categorias, e passou pelos municípios de Brusque, Nova Trento, Canelinha e Itajaí. Além do Raid, outros jipeiros participaram do Jeep Indoor (60 inscritos), Arrancadão na Lama, Indoor Noturno de Gaiolas (35), Pista de Desafios, Queima de Pneus e do Passeio (200 inscritos).

A trilha tinha nível de dificuldade de médio para pesado e os menos habilidosos enfrentaram problemas para ultrapassar atoleiros e erosões.

“Nos anos anteriores o pessoal reclamou da trilha do raid, achavam muito fácil, por isso, desta vez fizemos um percurso diferente, mas nossa intenção era de que, mesmo com chuva, os jipes conseguissem passar”, conta Vilimar Ullrich, diretor de prova do Raid Fenajeep e membro da comissão organizadora da festa.

Nos primeiros 25 quilômetros do percurso, os competidores já enfrentaram muitos obstáculos,
como subidas íngremes, descidas com muitas erosões e trechos que ficaram escorregadios devido à garoa constante. O final da trilha também foi marcado por atoleiros e muitos jipes precisaram ser guinchados para abrir caminho. Os organizadores também utilizaram os desvios alternativos.

“Fizemos as planilhas com três trilhas alternativas. Quando muitos jipes atolavam e fechavam o trecho, desviávamos a competição por outro caminho. Utilizamos duas destas trilhas e, mesmo assim, uma delas acabou em atoleiro”, diz Vilimar, mais conhecido como “Xucrute”.

A prova foi dividida em seis categorias, Master, Graduado e Júnior, válidas pela Copa Catarinense de Raid, e Master, Graduado e Júnior, válidas só para a Fenajeep. A dupla campeã da Máster Copa foi Lineu Treml/Osni Weiss, de São Bento do Sul (SC), a bordo de uma Land Rover. Embora prefira trilha seca, Lineu gostou bastante do percurso.

“A prova foi bem pesada.A trilha estava lisa, com bastante dificuldade e mesmo assim fizemos um bom tempo e com apenas 53 pontos perdidos”, diz Lineu, 34 anos, que participa pela sétima vez da Fenajeep.

Junto com Xucrute, cerca de 100 pessoas ajudaram no apoio do Raid. Foram 20 postos de controle (PCs), além de jipes para guinchar os atolados, limpa trilha, entre outros, que tiraram os últimos carros da trilha na madrugada deste domingo. Paralelamente ao Raid, 65 jipes participaram de um passeio, evento ideal para os que querem testar seus carros em condições adversas.

Outras provas

E não foi só no Raid Fenajeep que os jipeiros tiveram emoções. As provas em circuito fechado também reuniram muitos participantes, que empolgaram o público com suas manobras no Jeep Indoor, no Arrancadão na Lama e na Pista de Desafios (esta última é aberta ao público, que se inscreve na hora para tentar ultrapassar os obstáculos).

Moisés do Livramento, vencedor da categoria AP, ficou tão emocionado quando soube que era campeão que mergulhou na lama da pista do Arrancadão.

RESULTADOS DAS PROVAS DE SÁBADO

RAID

MASTER COPA

1º) Lineu Treml / Osni M. Weiss - São Bento do Sul (SC) - 53 pontos perdidos
2º) Rafael Dal Bello / Júnior (Bolacha) - Chapecó (SC) - 58 pp
3º) Alexandre Marchiori / Vitor Jose Muench - São Bento do Sul (SC) - 66 pp

GRADUADO COPA

1º) Luiz Carlos Bosse / Idali Rodrigues da Silva Filho - Corupa (SC) - 62 pontos perdidos
2º) Adilson Gonze / Claudio Emmendorfer - Itajaí (SC) - 82 pp
3º) Jorge Luiz Felsky / Edson João da Costa - Blumenau (SC) - 92 pp

JÚNIOR COPA

1º) Luciano Maia Bastos / João Odair de Oliveira - São Bento do Sul (SC) - 6 pontos perdidos
2º) Dionei Luís Emmendoerfer / Julio C. M. Floriani - Jaraguá do Sul (SC) - 8 pp
3º) Gustavo Bortolanza / Mauricio Ibrahim - Chapecó (SC) - 12 pp

MASTER FENAJEEP

1º) Marcos Donadon / Plínio André Bergamo Júnior - Arapongas (PR) - 5 pontos perdidos
2º) Gustavo Pellin / Rafael Caponi - Caxias do Sul (RS) - 13 pp
3º) Gilberto Zappellini / André Mendes Marin - Lages (SC) - 14 pp

GRADUADOS FENAJEEP

1º) Clair Ernesto Dalberto / Carlos Roberto Weiss - Curitiba (PR) - zero pontos perdidos
2º) Marcelo Pereira / Daniel Meneguel Orlando - Sangão (SC) - 2 pp
3º) Roberto da Luz Júnior / Roberto da Luz Neto - Santa Maria (RS) - 2 pp

JÚNIOR FENAJEEP

1º) Raniero Magnabosco Laghi / Paulo Cesar Waltrick - Lages (SC) - zero ponto perdido
2º) Perci Perle Barancoski / Odair Fernando Swarofsky - Curitiba (PR) - 1 pp
3º) Marcos Osires Nunes / Marcos V. Nunes - Curitiba (PR) - 01 pp

GAIOLAS

GAIOLA AP

1º) Moises do Livramento (Chorão) - São José (SC) - 0:41:200 (média de tempos)
2º) Douglas W. dos Santos (Polent) - São José (SC) - 0:42:065
3º) Rene Jorge Heberle - São José (SC) - 0:42:770

GAIOLA AR

1º) Marcelo Alberto Marques (Tomate) - São Paulo (SP) - 0:43:360
2º) Gilberto Adailton de Farias - Palhoça (SC) - 0:43:505
3º) Fábio Bignardi Pereira Sales - Cotia (SP) - 0:44:135

A 11ª Fenajeep é promovida pela Fenajeep Eventos, com patrocínio da Goodyear, DPaschoal,Eletrosul, Bradesco e Brahma. Apóiam o evento a Prefeitura Municipal de Brusque, revista 4x4 & Cia., Santur - Governo do Estado de Santa Catarina, revista América Sul Aventura, revista Tração e Trilhas, Aradefe Malhas, Certa Indústria de Argamassas, Brusque Palace Hotel e WDCom.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em