O experiente velejador ,Gastão Brun ,comandará um Forró na Rota do Aço

Gastão D’Avila Melo Brun será uma das atrações da Rota do Aço Regata de Vela Oceânica, que será disputada de 6 a 14 de março entre Vitória, no Espírito Santo, e São Francisco do Sul, em Santa Catarina. Ele vai comandar o barco Forró, de 54 pés, c

  
  

Gastão D’Avila Melo Brun será uma das atrações da Rota do Aço Regata de Vela Oceânica, que será disputada de 6 a 14 de março entre Vitória, no Espírito Santo, e São Francisco do Sul, em Santa Catarina.

Ele vai comandar o barco Forró, de 54 pés, considerado um dos favoritos para ganhar o título da competição, reservada para veleiros de medida igual ou superior a 30 pés.

Bicampeão mundial de Soling (1978 e 1981), vice-campeão mundial de Pingüim (1961), campeão americano de Laser (1978) e medalha de bronze na Star nos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis (1987), Gastão está entusiasmado para participar da regata, que vai reproduzir o caminho percorrido pelas bobinas de aço fabricadas pela Companhia Siderúrgica de Tubarão (CST), em Serra (ES), até a indústria de transformação de aço Vega do Sul, em São Francisco do Sul (SC). A unidade,recém-construída, será inaugurada nos próximos meses.

“Acho que a regata tem uma programação interessante. Apesar de exigir pernoite à bordo, não pode ser considerada desgastante”, diz o velejador, bicampeão da Semana Internacional de Vela de Ilhabela como tático do Pajero, comandado por Eduardo Souza Ramos. “Tenho certeza de que a Rota do Aço será uma competição especial.”

Gastão Brun, de 59 anos, está ansioso também para ver o desempenho de Forró, um Carabelli brasileiro, projetado pelo engenheiro Marco Landi, que só participou no ano passado da Regata Recife-Fernando de Noronha.

“Lá foi mais um passeio,mas o barco me agradou muito. Tem um conceito moderno, que não fica devendo nada para os estrangeiros”, comentou o velejador olímpico em Montreal/76 e Moscou/80. “Na regata, vamos enfrentar um irmão gêmeo do Forró, o Swister, do Alain Simon.”

Antes de competir na Rota do Aço, porém, Gastão Brun vai integrar novamente a tripulação de Eduardo Souza Ramos na disputa da 2004 Acura SORC, uma regata de modelos Farr 40, de 25 a 29 de fevereiro, em Miami Beach, nos Estados Unidos.

A Rota do Aço, que terá 634 milhas náuticas (1.174 quilômetros) e será dividida em monocasco e multicasco, já recebeu a inscrição de 53 comandantes. A competição será disputada em três etapas, com a primeira marcada para o dia 6 de março.

Os veleiros vão cobrir 260 milhas náuticas entre Vitória e Rio de Janeiro, de onde partirão para a segunda etapa da
competição, percorrendo mais 365 milhas até o Capri Iate Clube, em São Francisco do Sul. A terceira terá nove milhas náuticas, ligando o Capri Iate Clube ao centro da cidade, no dia 14 de março.

A Rota do Aço :

Regata de Vela Oceânica é uma realização da Arcelor, Companhia Siderúrgica de Tubarão, Vega do Sul e Norsul, com organização da DS Comunicação e apoio da Federação Brasileira de Vela e Motor (FBVM), da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano (ABVO), da Marinha do Brasil, dos governos do Espírito Santo e Santa Catarina, das prefeituras de Vitória e São Francisco do Sul, do Iate Clube do Espírito Santo, do Iate Clube do Rio de Janeiro e do Capri Iate Clube.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em