Projeto Viagem Compartilhada visa divulgar São Sebastião-SP para o mundo

Com um veleiro maxi de 38 pés, preparado e adequado para cruzar oceanos, a funcionária da Secretaria de Educação da Prefeitura de São Sebastião e professora de História, Maurinês Cursi F. Vicente, mais conhecida como Maura, irá embarcar, em julho, no vele

  
  

Com um veleiro maxi de 38 pés, preparado e adequado para cruzar oceanos, a funcionária da Secretaria de Educação da Prefeitura de São Sebastião e professora de História, Maurinês Cursi F. Vicente, mais conhecida como Maura, irá embarcar, em julho, no veleiro Beethoven, no qual irá morar durante dois anos junto com o marido Marcelo e os filhos, Marcelo, de 16 anos, e Mateus, de 13. Maura e o marido velejam desde 1984, e os filhos, desde 1995.

“Meu marido é técnico em eletro eletrônica naval e meu filho Marcelo já representou a cidade em vários eventos e regatas”, contou Maura.

Nas paradas do veleiro, a família coletará informações sobre o local onde estiverem, como população das cidades, dimensões geográficas, festas típicas, datas de fundação, tipos de povoamento e de migração, fontes de renda, pontos turísticos, educação, saúde, costumes, cultura, culinária e línguas, e enviará, via Internet, às escolas municipais.

Além disso, também enfocará a troca de experiências entre cidades litorâneas com relação à globalização, sem que haja perda das raízes caiçaras.

Esta troca de informações faz parte do projeto Viagem Compartilhada e possibilitará aos professores criar temas e elaborar estudos e trabalhos para seus alunos, que acompanharão a viagem da família ao redor do mundo.

O projeto conta com apoio da prefeitura, em função do pioneirismo, na busca por patrocínios. “Estamos realizando um sonho de 15 anos. Vamos levar o nome da cidade pelos quatro cantos do mundo”, disse Maura.

Educação na Aventura

O projeto levará para a sala de aula conhecimentos gerais e específicos. São Sebastião ficará em evidência, principalmente nos setores de Educação e Turismo.

“O projeto trará benefícios ao município e aos alunos, como fonte de conhecimento e atualização de conceitos”, completou Maura.

Todas as informações serão enviadas a uma comissão multidisciplinar da Secretaria de Educação e a um outro órgão designado pela Administração Municipal, atendendo a didática exigida, organizada em forma de aula para ser exibida nas unidades escolares.

“Nosso objetivo é, além de divulgar o município, compartilhar com os alunos da Rede Pública Municipal – através de uma visão moderna, dinâmica, instrutiva, extracurricular e de alto interesse -do contato com as cidades e portos. Vamos elaborar uma ampla documentação sobre os lugares que visitarmos, fazendo uso de fitas VHS, e-mail, fotos digitais e todos os recursos que a informática puder nos oferecer”, explicou Maura.

Internet e equipamentos

Outras pessoas, em qualquer lugar do mundo, também poderão acompanhar a viagem pela Internet. Transmissões fotográficas e textos serão enviados diretamente do barco – que está equipado com telefone celular, filmadora compacta, máquina fotográfica digital, computador e GPS III Plus -, onde será possível acompanhar a rota dos navegadores, vivenciando,a cada dia, uma nova experiência.

Em dias previamente agendados, as unidades escolares e secretarias de Educação, Cultura e Turismo poderão entrar em contato com a tripulação para um bate papo ao vivo on-line.

“O Marcelo e o Mateus estudarão via internet, sendo monitorados pela Escola Mestre (Sistema Anglo – Ensino Médio) e Colégio Progresso (Sistema Anglo – Ensino Fundamental)”, explicou Maura.

Rota e Regatas

A família também participará de regatas da Classe Oceânica em Ilhabela, Escola Naval (Rio de Janeiro), Vitória/Trindade (Eldorado Brasilis), Recife/Fernando de Noronha (Refeno) e outras.

“Pretendemos zarpar em julho, após a Semana de Vela de Ilhabela e correremos a Regata Eldorado Alcatrazes por Boreste.Subiremos a costa brasileira, contatando cidades costeiras, e depois seguiremos até Guianas e Venezuela, na América do Sul, e Caribe, Golfo de México e Costa Americana (Flórida).

Desse ponto, as opções são as seguintes: ou atravessamos o Canal do Panamá, no Oceano Pacífico, rumo à Polinésia ou à Califórnia, ou atravessaremos o Atlântico rumo à Europa”, contou Maura.

Tripulação

Natural de Santos, a família veio definitivamente para São Sebastião em 1997. Em 2002, resolveram vender a casa e comprar o Veleiro Beethoven.

“Somos uma família unida, com fortes laços de amor, respeito mútuo e amizade e estamos nos lançando ao mar numa viagem com planejamento, competência e uma boa dose de aventura”, disse Maura.

Marcelo Ferreira Vicente, 42, veleja desde 1984, de monotipos e veleiros oceânicos em regatas e pequenos cruzeiros.Técnico em eletro eletrônica naval, atuando na área, em veleiros e lanchas.

Maurinês Cursi F. Vicente (Maura), 42, veleja desde 1984, de monotipos e veleiros oceânicos. Professora de História, é funcionária da Prefeitura de São Sebastião, lotada na secretaria de Educação.

Marcelo Cursi F. Vicente, 16, veleja desde 1995 com a família e a partir de 1997 nas classes Optimist, 420, Holder – onde acumulou vários títulos, representando São Sebastião em vários eventos e regatas, atualmente patrocinado pela Prefeitura Municipal de São Sebastião e prestando serviços à BL3, como tripulante de veleiros oceânicos, cursando a 3a. série do Ensino Médio.

Mateus Cursi F. Vicente, 13, veleja desde 1995 com a família e a partir de 2001, na classe Optimist, Holder na Escola de Vela da Prefeitura Municipal de São Sebastião, cursando a 8a. série do Ensino Fundame.

Fonte: AssCom.P.M. São Sebastião

  
  

Publicado por em

Clovis Othoniel Dantas Carapeba

Clovis Othoniel Dantas Carapeba

14/05/2009 10:59:51
Embora a princípio, os grandes privilegiados desta aventura de cunho cultural, sejam os felizes tripulantes, temos que reconhecer que os frutos serão compartilhados com a sociedade,em face do conteúdo do projeto, exposto nesta página. São os intrépidos, como voces, que fazem história. Parabéns pela decisão e vai aqui o desejo do mais completo sucesso na empreitada, sempre sob a proteção de DEUS que os conduzirá com a necessária segurança pelos mares do mundo.