Robert Cheidt inicia temporada 2005 na Argentina

Depois de ganhar tudo o que podia no ano passado, o bicampeão olímpico da classe Laser Robert Scheidt estréia nesta quarta-feira na temporada 2005. Ele disputa, ao lado do proeiro Bruno Prada, a mais importante competição da classe Star desde que a parcer

  
  

Depois de ganhar tudo o que podia no ano passado, o bicampeão olímpico da classe Laser Robert Scheidt estréia nesta quarta-feira na temporada 2005. Ele disputa, ao lado do proeiro Bruno Prada, a mais importante competição da classe Star desde que a parceria foi criada: o Sul-Americano da categoria, que será disputado até domingo, em Buenos Aires, Argentina.

“Realmente 2004 foi um ano de ouro, e vou trabalhar bastante para que todas as conquistas possíveis se repitam”, afirmou Scheidt, de 31 anos, patrocinado pelo Banco do Brasil, Medley Genéricos, Brasil Telecom,
Varig e Volvo Car Brasil e integrante da Equipe Petrobras de Vela.

A competição prevê a disputa de seis regatas, sendo a primeira nesta quarta, duas na quinta e na sexta e a última no sábado. O domingo é reservado para um possível atraso na programação inicial.

Além de ser a primeira competição internacional de Scheidt ao lado de Prada, o Sul-Americano serve como preparação para o Mundial de Star, que também será disputado no Clube Náutico Olivos,de 12 a 20 de fevereiro.

Antes disso, Scheidt volta a competir na classe Laser, no Suunto Match Race, em Búzios, e no Campeonato Brasileiro, em Ilhabela.

Robert e Bruno terão pela frente outras três duplas brasileiras no Sul-Americano: Lars Grael/Marco Lagoa,Peter Ficker/Marcelo Jordão e Alessandro Pascollato/ Ronald Seiffert.

No ano passado, na classe Star, Scheidt e Bruno Prada conquistaram as Taças Alberto Ravazzano e Oscar Weckerle, Semana de Vela do Rio de Janeiro e Campeonato do 7º Distrito, equivalente ao Campeonato Brasileiro.

Velejando de Laser, Robert foi bicampeão olímpico, heptacampeão mundial, tricampeão da
Semana de Kiel, na Alemanha, e campeão da Semana de Hyères, na França, e do Campeonato Grego.

No Brasil, o melhor velejador do mundo segundo a Federação Internacional de Vela (ISAF) em 2001 e 2004 venceu o Brasileiro, Sudeste Brasileiro, Centro-Sul-Americano, Cricket Match Race e Semana Pré-Olímpica.

Em 2005, além de velejar nas classes Laser e Star, Scheidt vai participar de competições em Oceano, com o veleiro baiano Odoyá e no Match Race Brasil.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em