Robert Scheidt busca 10º título brasileiro

Depois de conquistar as duas primeiras competições que disputou em 2004, o hexacampeão mundial Robert Scheidt busca novo feito a partir desta segunda-feira (02), em Búzios: levantar o título brasileiro da classe Laser pela décima vez na carreira. Campeão

  
  

Depois de conquistar as duas primeiras competições que disputou em 2004, o hexacampeão mundial Robert Scheidt busca novo feito a partir desta segunda-feira (02), em Búzios: levantar o título brasileiro da classe Laser pela décima vez na carreira. Campeão em 92, 94, 95, 98, 99,2000, 01, 02 e 03, o velejador não esconde a vontade de novamente figurar no lugar mais alto do pódio e manter a hegemonia.

“O Campeonato Brasileiro é o evento mais importante desse início de temporada e também aquele que eu mais gostaria de ganhar”, afirmou Scheidt, que é patrocinado pelo Banco do Brasil, Bingo Augusta, Varig e Volvo Car Brasil e integra a Equipe Petrobras de Vela.

“É um evento muito cobiçado, bastante tradicional e ainda tenho a chance de conquistar o título pela décima vez”, completou o atual segundo colocado do ranking da Federação Internacional de Vela (ISAF).

O Brasileiro de Laser começa oficialmente no domingo, com a disputa da regata de abertura, que não conta pontos. A briga pra valer começa na segunda-feira, a partir do meio-dia, com a realização da primeira das duas regatas previstas no Iate Clube Armação, em Búzios.

No total, estão programadas dez regatas até sábado (07), sendo que a quinta-feira está reservada para descanso. Se mais do que nove provas forem disputadas, cada velejador terá direito a dois descartes. Caso contrário, somente um descarte será permitido.

“Será uma competição bem forte, com destaques do exterior e fortes adversários brasileiros. Mas estou super bem treinado, tenho velejado bastante e espero ser campeão mais uma vez”, disse Scheidt, que em janeiro já venceu o Sudeste Brasileiro e o Cricket Match Race, chegando a 102 títulos na carreira.

Como sempre, o Campeonato Brasileiro será disputado também por velejadores de outros países. Assim, os principais adversários do brasileiro na competição serão o português Gustavo Lima, atual campeão mundial e 10º no ranking da ISAF, o esloveno Vasilij Zbogar, 8º, o croata Mate Arapov, 16º, o espanhol Luis Martinez Doreste, 18º, o sueco Fredrik Lassenius, 27º, o canadense Bernard Luttmer, 38º, vice-campeão do Pan-Americano de Santo Domingo, e o argentino Diego Romero, 49º do ranking. Os destaques do país são Andreas Perdicaris, Mateus Tavares, André Streppel e Bruno Fontes.

“Estou confiante para a disputa, mas sem dúvida nenhuma terei uma pedreira pela frente. São todos fortes concorrentes, e sei que o Luiz Doreste e, principalmente, o Gustavo Lima, estão loucos para me vencer”, afirmou Scheidt, também dono de duas medalhas olímpicas (ouro em Atlanta/1996 e prata em Sydney/2000).

Fonte: ZDL de Comunicação

Armação dos Búzios

  
  

Publicado por em