Rota do Aço poderá ser acompanhada pela internet

A Rota do Aço - Regata de Vela Oceânica, que será disputada entre Vitória (ES) e São Francisco do Sul (SC),com parada no Rio de Janeiro, poderá ser acompanhada pela internet. Os organizadores da competição, que tem largada marcada para o dia 6 de març

  
  

A Rota do Aço - Regata de Vela Oceânica, que será disputada entre Vitória (ES) e São Francisco do Sul (SC),com parada no Rio de Janeiro, poderá ser acompanhada pela internet.

Os organizadores da competição, que tem largada marcada para o dia 6 de março, no Iate Clube do Espírito Santo, receberão dados periódicos da Marinha do Brasil e
alimentarão o site oficial com a posição dos barcos durante a regata, dando um completo panorama do evento, que reunirá embarcações com medida igual ou superior a 30 pés.

Para tornar viável o acompanhamento on-line, a DS, organizadora da regata, terá o apoio da Arycom, uma provedora de soluções de comunicação via satélite. A empresa vai disponibilizar um Mini-M, terminal para transmissão de dados, voz e fax móvel.

Desta forma, o responsável pela chamada dos barcos a ser designado pela Marinha, que acompanhará o evento,poderá passar as informações para uma base em terra, com latitude e longitude de cada embarcação.

As posições serão inseridas num sistema de localização de navegação, desenvolvido pela Sinkron, que começa a ser testado na próxima semana.

“O mapa da costa vai permitir ver em que ponto da regata cada barco estará. Falta apenas definir de quanto em quanto tempo faremos essa atualização”, diz Alex Benigno, da Sincron. “As informações vão entrar no site oficial por meio de um link”, completa.

O site oficial da regata, que terá 1.174 quilômetros e já possui 67 veleiros inscritos, foi desenvolvido pela Balaio de Idéias e está no ar desde janeiro, quando a competição foi lançada oficialmente em Vitória, com a presença dos governadores Paulo Hartung (ES) e Luiz Henrique da Silveira (SC) e do iatista e secretário da Juventude, Esportes e Lazer de São Paulo, Lars Grael.

Além de apoiar o evento como um todo, o Arycom está oferecendo aluguel de terminais Mini-M para os participantes da regata por preço especial. Assim, os velejadores poderão manter contato com terra e garantir a segurança da tripulação.

A Rota do Aço, que reproduz o caminho das bobinas de aço fabricadas na Companhia Siderúrgica de Tubarão, em Serra (ES), até a indústria de beneficiamento de Veja do Sul, em Santa Catarina, será disputada em três etapas, com a primeira marcada para o dia 6 de março, com 260 milhas náuticas entre Vitória e Rio de Janeiro.

Do Iate Clube do Rio de Janeiro, os barcos velejarão mais 365 mn até o Capri Iate Clube, em São Francisco do Sul. A terceira etapa terá nove milhas náuticas, ligando o Capri Iate Clube ao centro da cidade, no dia 14 de março.

A Rota do Aço :

Regata de Vela Oceânica é uma realização da Arcelor, CST, Vega do Sul e Norsul, com organização da DS Comunicação e apoio da Gol Linhas Aéreas, Federação Brasileira de Vela e Motor (FBVM), da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano (ABVO), da Marinha do Brasil, dos governos do Espírito Santo e Santa Catarina, das prefeituras de Vitória e São Francisco do Sul, do Iate Clube do Espírito Santo, do Iate Clube do Rio de Janeiro e do Capri Iate Clube.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em