Tetra do sudeste brasileiro , Scheidt, disputa o Cricket Match Race

Depois de conquistar na quarta-feira (21/1) o tetracampeonato do Sudeste Brasileiro de Laser, o hexacampeão mundial Robert Scheidt volta a competir no Iate Clube Armação, em Búzios, já nesta sexta. Ele será a principal atração do Cricket Match Race, q

  
  

Depois de conquistar na quarta-feira (21/1) o tetracampeonato do Sudeste Brasileiro de Laser, o hexacampeão mundial Robert Scheidt volta a competir no Iate Clube Armação, em Búzios, já nesta sexta.

Ele será a principal atração do Cricket Match Race, que será disputado até domingo e colocará o brasileiro mais uma vez frente a frente com o português Gustavo Lima, atual campeão do mundo e vice do Sudeste Brasileiro.

“O formato match race é muito competitivo e facilita o entendimento do esporte para o grande público. Disputando uma regata mano a mano fica fácil identificar quem está vencendo”, disse Scheidt, que é patrocinado pelo Banco do Brasil, Bingo Augusta, Varig e Volvo Car Brasil e integra a Equipe Petrobras de Vela.

Atual segundo colocado do ranking da Federação Internacional de Vela (ISAF), Robert é um dos cabeças-de-chave do Cricket Match Race. O outro é o português Gustavo Lima. Os 12 velejadores estão divididos em dois grupos e se enfrentam na sexta e no sábado dentro da chave.

Os dois primeiros de cada grupo se classificam para a semifinal, quando se enfrentam em cruzamento olímpico (1º x 2º). Os vencedores decidem o título no domingo.

“Com certeza, a presença de grandes velejadores em Búzios só engrandece o evento e melhora a qualidade do meu treinamento. Seria emocionante fazer uma final contra o Gustavo. Aliás, estou curtindo muito a
possibilidade da revanche do Mundial no Sudeste, no Cricket Match Race e também no Campeonato Brasileiro”, afirmou Robert.

Hexacampeão mundial e duas vezes medalhista olímpico (ouro em Atlanta/96 e prata em Sydney/200),Robert Scheidt conquistou na quarta-feira o 101º título na carreira. O iatista está treinando desde dezembro com um objetivo central: conquistar vaga na Olimpíada de Atenas na disputa da Semana Pré-Olímpica de Búzios, em março.

“Considero o match race importantíssimo para minha formação de velejador, mas ainda me considero um novato nesse tipo de competição. A pouca experiência que tenho foi adquirida no ano passado no Match Race Brasil, quando competi com veleiros 40.7, mas estou me sentindo seguro para mais esse confronto”.

Fonte: ZDL de Comunicação

Armação dos Búzios

  
  

Publicado por em