Trilhas do Raid de Inverno agradaram a experientes e novatos

As dificuldades das trilhas do 14º Raid de Inverno agradaram novatos e experientes competidores do fora de estrada. Os 100 quilômetros de trilhas, que passaram por Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus e Cabreúva, apresentaram muitas erosões, atoleir

  
  

As dificuldades das trilhas do 14º Raid de Inverno agradaram novatos e experientes competidores do fora de estrada. Os 100 quilômetros de trilhas, que passaram por Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus e Cabreúva, apresentaram muitas erosões, atoleiros e poeira, o que dificultou um pouco mais o caminho dos 80 veículos inscritos na prova, uma mistura de antigos Willys da década de 60 e modernos utilitários esportivos como Pajero, Cherokee, Vitara e Troller.

Todos os participantes gostaram muito da trilha, uma vez que a principal característica de um raid é a dificuldade do percurso. O casal vencedor, Sílvio e Sandra Grotkowski, freqüenta as competições há algum tempo e o Raid de Inverno foi a volta de Sandra, afastada das trilhas há um ano, quando foi mãe pela segunda vez. Sílvio faz pelo menos uma prova por mês, compete na Copa Troller e na Copa Sudeste.

“Fomos o 37º carro a largar e também tivemos que esperar na fila um bom tempo para atravessar o primeiro atoleiro. A prova foi ótima, com dificuldades interessantes. Gosto de trilhas pesadas, para poder usar todos os recursos de um veículo fora de estrada”, explica o diretor da Payot,empresa de cosméticos.

Outra dupla experiente foi formada por Laerte Quintana e Orestes Bacchetti Júnior, presidente e vice-presidente do Jeep Clube de Campinas, e acostumados a provas de raid.

Já na turma das novatas, duas duplas femininas enfrentaram e gostaram dos desafios apresentados no Raid de Inverno. No fim do ano passado, a empresária da ramo de imóveis, Sandra Regina de Andrade, acompanhada de sua filha de apenas 13 anos, Marjorie de Andrade Ricciardi, resolveram participar de passeios de jipe.

“Esta foi a minha estréia como piloto em provas. Participei do Raid do Batom como “Zequinha” (acompanhante) e quando meus amigos me convidam, faço trilhas nos fins de semana. Ainda não tenho um jipe, mas estou pensando seriamente em comprar um”, diz Sandra, que foi para o Raid de Inverno sem o Totem, aparelho essencial neste tipo de prova para a marcação das distâncias indicadas na planilha.

Devido à pouca experiência com navegação, Marjorie teve um pouco de dificuldade para encontrar a entrada das trilhas, uma vez que também não tinha o equipamento necessário. A passagem pelos atoleiros foi tranqüila, já as erosões assustaram um pouco.

“Nosso jipe quase virou em uma erosão. Aí perguntei pra minha mãe se ela tinha ficado com medo, porque eu morri de medo, mas depois que o jipe passou achei legal”, explica a garota de 13 anos. Mãe e filha terminaram a prova na 27ª posição,nada mal para iniciantes.

A empresária Rita de Cássia Santos, que formou dupla com a amiga e advogada Magali Sandra de Carvalho, decidiu voltar às trilhas em 2003, só que desta vez pilotando. Rita é viúva e costumava participar das competições com o marido.

“O off road faz parte da minha vida. Praticamente todo fim de semana faço uma trilha com os amigos. Quem ainda não pisou na lama não sabe a emoção que está perdendo”, afirma a empresária.

No Troller da dupla feminina também estavam dois “Zequinhas”. Devido ao atraso na passagem dos dois atoleiros, o grupo não pôde terminar a prova, pois tinham compromisso marcado.

“Nossa intenção era terminar a prova. Adoramos a trilha e, principalmente, os atoleiros. Afundamos no segundo lamaçal por pura falta de atenção”, assume a piloto do carro número 48, que terminou na 63ª. posição.

Os próximos desafios oferecidos aos amantes do fora de estrada pelo Jeep Clube do Brasil, em parceria com a Mesa 4 Comunicações, serão o Raid da Primavera, no dia 20 de setembro, e o Raid da Meia-Noite, nos dias 29 e 30 de novembro.

Para mais informações sobre passeios e cursos de pilotagem off road, consulte o site oficial.

O 14º Raid de Inverno foi organizado em parceria com a Mesa 4 Comunicações e teve patrocínio da Bardahl, da Goodyear e do Shopping Jardim Sul, com apoio do Parque Aquático Village Camping Cabreúva.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em