Universitários mineiros vão trabalhar na Cordilheira dos Andes

O período das férias de julho vai servir de aprendizado para 40 estudantes do Centro Universitário Newton Paiva que vão para a Cordilheira dos Andes, no Chile, trabalhar na principal estação de esqui da América do Sul. Os universitários do curso de Tu

  
  

O período das férias de julho vai servir de aprendizado para 40 estudantes do Centro Universitário Newton Paiva que vão para a Cordilheira dos Andes, no Chile, trabalhar na principal estação de esqui da América do Sul.

Os universitários do curso de Turismo saem de Belo Horizonte, no dia 11 de julho, domingo, às 22h, da av. Carlos Luz, 800, bairro Caiçara, em ônibus fretado para o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

De São Paulo, os estudantes viajam diretamente para Santiago, com seus professores. Eles chegam à capital chilena na segunda, dia 12.

A experiência internacional foi viabilizada após parceria da instituição de ensino com o Hotel Valle Nevado,localizado em um dos lugares mais queridos pelos esquiadores em todo o mundo.

Todos os jovens têm experiência em hotelaria e vão passar 30 dias nos Andes atuando nas áreas de alimentos e bebidas, recepção, hospedagem, eventos, supervisão de governança e esporte e lazer.

O hotel é a única sede latino-americana do Campeonato Mundial de Snowboard, prática de esporte no gelo.

O fato de sair de Minas e aportar no Chile para desenvolver o projeto é visto pela universidade como mais uma boa oportunidade para oferecer aos estudantes a prática. Nas últimas férias, a instituição levou alunos para Ilhéus, na Bahia, e para Búzios, no Rio de Janeiro, e agora, exercita a famosa prática universitária em outro país a 3.000
metros de altitude.

Sempre aliando a prática à teoria ensinada em sala de aula, o centro universitário mineiro já exportou cachaça, criou cooperativas de comercialização de cogumelo, viabilizou a venda de leite e madeira para a China e
desenvolveu serviços na área do esporte internacional.

Em Búzios, no Rio de Janeiro, os graduandos pesquisaram como a população e a economia da cidade são beneficiadas com a presença de tantos turistas brasileiros, americanos, holandeses e chineses no município fluminense.

Eles descobriram o perfil e a satisfação dos turistas quanto aos serviços oferecidos em bares,restaurantes, hotéis e cruzeiros marítimos de Búzios.

Após o projeto, vários jovens mineiros foram contratados por pousadas da região dos Lagos. Esse pode ser também o destino de muitos no Chile.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Newton Paiva

  
  

Publicado por em