Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Havaiana vai reunir as melhores atletas de corridas de aventura

A etapa de abertura do Circuito Brasileiro de Canoas Havaianas neste sábado (dia 29/3) terá um atrativo a mais. Além de ser a disputa de canoagem mais longa já realizada no litoral brasileiro num único dia, com 80 km, a Volta à Ilha de Santo Amaro, na Bai

  
  

A etapa de abertura do Circuito Brasileiro de Canoas Havaianas neste sábado (dia 29/3) terá um atrativo a mais. Além de ser a disputa de canoagem mais longa já realizada no litoral brasileiro num único dia, com 80 km, a Volta à Ilha de Santo Amaro, na Baixada Santista, contará com as seis melhores atletas de corridas de aventura do País.

Cinco delas participaram da Eco Challenge, em Fiji, a mais dura prova do Mundo - Eleonora Audrá, Karina Bacha e Sílvia Guimarães, a Shubby, da Atenah, Carmen Lúcia da Silva, da EMA Brasil, e Marina Verdini, da Quasar Lontra Radical – e estréiam oficialmente nas canoas.

Já Gisele Volpi é mais experiente e foi campeã brasileira de longa distância e velocidade em 2002, defendendo a equipe do Paulistano. Todas vão competir na categoria mista, onde as canoas levam três homens e três mulheres.

“Com certeza, na disputa mista são as mulheres que vão fazer a diferença. Os homens podem até ser fortes, mas são elas que vão determinar e evolução do time, tanto que nas principais equipes, as mulheres é que são responsáveis pelo ritmo da canoa”, comenta Miguel Franco, capitão da equipe Paulistano e um dos mais fortes e experientes remadores do País.

Das seis competidoras, quatro estarão na equipe do Paulistano. Além de Gisele, Karina, Eleonora e Shubby vão defender a hegemonia do time em provas longas.

“Como na prova teremos revezamento é muito bom contar com atletas fortes, resistentes para trocas”, comenta Gisele. As três “novatas” na canoa chegam motivadas e têm vivência suficiente para agüentar uma prova dura.

Entre as várias disputas que já fizeram estão as participações em provas até no Vietnã. Para elas, a rivalidade com as outras atletas de aventura vai ser uma motivação a mais.

“Vai ser bom manter a competitividade que vem da nossa modalidade. Vamos para vencer”, destaca Eleonora.

Já Marina Verdini é mais comedida. Ela é uma das líderes da recém-formada Canon Quasar Lontra Radica, que conta com outros atletas de provas de aventura, tanto no masculino quanto no feminino.

“A prova vai ser dura, pois a maioria na equipe remou na canoa umas cinco vezes, no máximo. Portanto, estamos bem conscientes de que o objetivo é simplesmente terminar e curtir”, comenta Marina.

“Nós sabemos do nosso potencial nas corridas de aventura e estamos nas canoas para nos divertir e mudar um pouco a rotina. Essa, definitivamente, não é a nossa praia”, diz a competidora, querendo esconder o jogo. Mas ela destaca que a equipe terá duas armas, a técnica do leme Edney China, e a raça e força física dos atletas.

REMADORA FORTE :

Também com grande experiência em corridas de aventura e considerada uma das melhores remadoras do Brasil, Carmen Lúcia da Silva é o principal reforço da equipe PBL, vice-campeã ano passado.

“Todas nós estamos acostumadas a agüentar a dor, grandes distâncias e vamos para remar forte”, diz Carmen, apontada pelas amigas e rivais como o grande nome. “Disso ela entende”, brinca Marina.

Além da disputa mista, a prova contará com a categoria masculina, onde três times dividem as atenções. O Paulistano é o favorito e vem de uma vitória importante no Rio de Janeiro. A Vit Shop/EAS e a Jaguareguava/ Bertioga também contam com remadores fortes.

A largada da prova está marcada para as 9h30, na Ponta da Praia, junto ao Aquário, em Santos.

Mais informações no site ou pelos telefones (13) 3261.7112 e 91191161.

O evento tem patrocínio da Opium Fiberglass.

Organização: Canoa Brasil. Realização: Associação Brasileira de Canoas Havaianas (Abracha).

Apoio: Prefeitura Municipal de Santos, através das secretarias de Esportes (Semes) e de Comunicação (Secom), Associação Brasileira de Esportes de Aventura (ABEA), Associação Sabesp, Guia Santos, Aeroart, Cláudio Ximenes, Ângelo Bartolotto e Dr. Clemar - Medicina Esportiva.

Fonte: FMA COMUNICAÇÃO

  
  

Publicado por em