Volta de São Paulo mostra jovens talentos do esporte

Além do alto nível técnico, boa organização e grande mobilização popular em todas as suas paradas, a segunda edição da Volta do Estado de São Paulo de Ciclismo, terminada domingo depois de mais de 1.400 quilômetros de percurso, mostrou jovens talentos do

  
  

Além do alto nível técnico, boa organização e grande mobilização popular em todas as suas paradas, a segunda edição da Volta do Estado de São Paulo de Ciclismo, terminada domingo depois de mais de 1.400 quilômetros de percurso, mostrou jovens talentos do esporte que poderão ajudar o Brasil a conquistar medalhas já no Pan-Americano de 2007, no Rio de Janeiro.

Um exemplo disso é que três atletas brasileiros com menos de 24 anos ficaram entre os dez primeiros colocados na classificação geral.

O destaque foi o mineiro Pedro Autran Nicácio, de 23 anos, que terminou em terceiro lugar no geral, atrás apenas dos argentinos Jorge Giacinti (Memorial) e Matias Médici (Avaí).

O ciclista da equipe DataRo/Blumenau garantiu a boa colocação depois do ótimo desempenho na prova contra-relógio, realizada no dia 20, num circuito montado na cidade de São José do Rio Preto.

Especialista na prova, Pedro Autran teve o apoio da equipe antes mesmo do contra-relógio. “Ele é o nosso homem mais forte nesse tipo de prova individual e por isso nossa estratégia estava voltada para ele desde o início”, comentou o técnico Antônio Hunger, da DataRo. “É um ciclista de futuro.”

Outro atleta que se destacou foi o paulista Mac Donald Fernandes, que completou 23 anos no dia 7 de janeiro. Quarto colocado na classificação geral, ele chegou a acumular as camisas de líder de meta volante, de Prêmio de Montanha e de Promessa Olímpica. Ele levou para casa um cheque de R$ 2 mil por ter sido o primeiro colocado justamente na Promessa Olímpica, que reuniu atletas nascidos entre 1982 e 1986.

“Fiquei muito feliz com o prêmio e espero no ano que vem poder brigar por uma classificação ainda melhor na Volta de São Paulo”, disse o atleta nascido em Santo André, criado em Ouro Fino, em Minas Gerais e que começou a pedalar em Caraguatatuba.

“Gosto muito de provas de estrada, mas acho que me saio bem também em velódromo.”

Campeão brasileiro de velocidade olímpica, ele vê em sua ousadia uma das razões de seu sucesso. “No ano passado, numa prova no velódromo de Caieiras, eu decolei e caí feio, rolando mais de dez metros. Levantei, peguei a bicicleta e ainda fui segundo”, lembrou o atleta da Cesc/Nossa Caixa/Levorin, de São Caetano.

Outro atleta jovem bem colocado foi o também paulista Breno Sidoti, de 22 anos, que defende a Scott/Fadenp, campeã por equipe da Volta de São Paulo e líder do ranking brasileiro de estrada.

Ele terminou a competição em sétimo lugar, mostrando muita regularidade. Precoce, integrou a seleção brasileira no Pan de Santo Domingo, com apenas 20 anos.

Em 2004,recebeu convite para competir na Itália. Não aceitou, preferindo continuar na equipe de São José dos Campos.

A Volta Internacional do Estado de São Paulo de Ciclismo 2005 foi uma realização e organização da Rede Globo e Yescom, com supervisão da Confederação Brasileira de Ciclismo, Federação Paulista de Ciclismo e União Ciclística Internacional.

O patrocínio é da Telefonica, com apoio da Levorin, Localiza, Governo do Estado de São Paulo, Secretarias Estaduais da Juventude, Esportes e Lazer, de Transportes, de Segurança Pública, Polícia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo, prefeituras municipais de São Paulo, São José dos Campos, Atibaia, São Carlos, Bauru, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e Campinas, da Artesp, do DER, do Dersa e concessionárias Autoban, Autovias, Intervias, Triângulo do Sol, Centrovias, Rodovia das Colinas e Vianorte. A promoção e transmissão são da TV Globo e SporTV.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em