Conheça o banheiro russo que fica pendurado a mais de 1500 metros de altura; Veja fotos

Localizado na Sibéria, o banheiro que é considerado o 'mais perigoso do mundo' é a única opção para os trabalhadores da estação meteorológica de Kara-Tyurek. Você usaria este toilette radical?

  
  
O local foi construído em 1939 para ser usado por membros da estação meteorológica de Kara-Tyurek

Na hora do aperto qualquer banheiro é o local perfeito para se aliviar, mas na Rússia não é bem assim. Construído sobre um penhasco na região de Altai, o local é a única opção para os moradores de uma estação meteorológica num dos lugares mais remotos do mundo, a Sibéria. Pendurado sobre um penhasco de 1,5 mil metros e numa altitude de 2,6 mil metros, a cabine ganhou o apelido de "banheiro mais perigoso do mundo".

O local foi construído em 1939 para ser usado por membros da estação meteorológica de Kara-Tyurek. Na época não havia sistema de esgoto e a melhor forma de 'sumir' com os dejetos era jogando-os do alto da montanha. Contudo, a única situação encontrada para que as fezes e a urina fossem 'automaticamente' enviadas para baixo seria construir o banheiro pendurado sobre o abismo. Para os russos isso não foi um problema e a engenharia mostrou-se muito boa, pois o local ainda existe e pode ser usado até os dias atuais.

Devido a dificuldade de acesso a região poucos sortudos tiveram a oportunidade de conhecerem o banheiro do abismo. Porém, este 'problema' foi fundamental para manter o local intacto mesmo após 75 anos de sua construção. Com raros contatos com a civilização, a estação só é visitada uma vez por mês pelo carteiro que recolhe os dados meteorológicos. Já os mantimentos para os trabalhadores locais chegam apenas de helicóptero quando o clima permite a aproximação da aeronave.

Mapa


.

Confira fotos do "banheiro mais perigoso do mundo" localizado na Rússia

Pendurado sobre um penhasco de 1,5 mil metros, a cabine ganhou o apelido de
Construído sobre um penhasco na região de Altai, o banheiro é a única opção para os moradores de uma estação meteorológica
  
  

Publicado por em