Sabia que o termo 'terrorismo' foi criado na França há mais de 220 anos?

Cunhada durante a Revolução Francesa, no século XVIII, a palavra 'terrorismo' era utilizada inicialmente para ilustrar a 'doutrina do terror' que se instaurou no país no período jacobino

  
  
A Revolução Francesa mudou o mundo e ainda cunhou o termo

Os recentes atentados em Paris, na França, marcam uma nova Era na luta contra o terror, mas poucos sabem que o termo usado para designar o que é descrito na Enciclopédia 'Britannica Concise' como um ato "sistemático de violência para criar um clima de medo generalizado numa população" foi cunhado na França, no final do século XVIII. A nação europeia foi a responsável por usar pela primeira vez na história a palavra 'terrorismo'.

A Revolução Francesa mudou o mundo e ainda cunhou o termo "terrorismo" nos dicionários, que seria usado pela primeira vez na história justamente no país. Muito mais nova do que o ato que ela denomina, a palavra surgiu numa época que ficou conhecida como "Reino do Terror", entre os anos de 1793 e 1794. Liderada inicialmente pelo jacobino Maximilien de Robespierre, a Revolução condenou mais de 17 mil pessoas à morte pela guilhotina e espalhou o medo no país. Curiosamente, o líder do terror, como Robespierre era conhecido, acabou provando do próprio veneno e foi guilhotinado em 1794.

O termo em francês 'terrorisme', que deriva do latim terroris, foi usado pela primeira vez na história no ano de 1794, para designar os jacobinos que utilizavam da 'doutrina do terror' para comandar o país durante a Revolução Francesa. Criado para criticar o estilo truculento e na base de ameaças que os líderes usavam para manter o poder a qualquer custo, o termo apareceu pela primeira vez num dicionário em 1798, na edição anual do 'Dicionário da Academia Francesa'.

Se nos dias atuais, o conceito de terrorismo está ligado diretamente numa luta de organizações contra o Estado, no passado acontecia o contrário. Na época do nascimento do termo, os terroristas eram os governos que espalhavam o pavor contra seu próprio povo e não grupos como o Estado Islâmico, Al Qaeda e Boko Haram.

Terrorismo em outras línguas
Sem o advento da globalização, o termo terrorismo só atravessaria o Canal da Mancha rumo a Inglaterra em 1795, cerca de um ano após se tornar popular na França. Já no Brasil, somente em 1836, a palavra seria cunhada pela primeira vez num dicionário da língua portuguesa, cerca de quatro décadas após seu surgimento na França.

  
  

Publicado por em