Conheça 10 soluções incríveis para ciclovias pelo mundo. Veja as fotos

Ciclovias suspensas, verdadeiras obras de arte, estruturas futuristas, ou até uma que conduz o ciclista por 10 países diferentes.

  
  
Projetos de mobilidade urbana que não exclui ciclistas

Em um mundo cada vez mais preocupado a sustentabilidade, é preciso pensar em soluções que sejam amigas do meio ambiente. Aliando isso a um trânsito cada vez mais caótico das grandes cidades, as ciclovias surgem como uma forma de transporte barata, não-poluente e que ajuda a desafogar o trânsito das grandes cidades.

Para manter a segurança dos ciclistas, entretanto, é fundamental a construção de ciclovias para que carros e bicicletas coexistam em vez de competir.

Nesse sentido e como de costume, algumas cidades ao redor do mundo saíram na frente, criando projetos que priorizam as ciclovias, o que traz mais segurança e um trânsito mais fluido.

Vamos ver aqui 10 soluções urbanas que priorizam o uso de ciclovias pelo mundo.

Cykelslangen, Copenhague – Dinamarca

Com mais de 400 quilômetros destinados a ciclovias, Copenhague é um das cidades que mais priorizam o uso de transportes alternativos. Mesmo assim, o país inovou e trouxe uma das soluções urbanas mais inovadoras: uma ciclovia suspensa no meio da cidade.

Essa solução dinamarquesa consiste em uma ponte também conhecida como “The Bicycle Snake” e que possui 235 metros de comprimento por 4 de largura. Ela é localizada no porto da cidade e destinada exclusivamente para a circulação dos ciclistas

Shimanami Kaido – Japão

Considerada uma das mais bonitas do mundo, Shimanami Kaido é uma ciclovia suspensa que figura como uma das soluções que mais priorizam ciclovias, já que ela se estende por 64 quilômetros.

Cercada de vegetação e com vista pra o mar, é considerada uma das ciclovias mais bonitas de todo o mundo. Além disso, o local conta com diversos pontos de aluguel de bicicleta e, assim, quem quiser explorar a paisagem pode fazer de maneira agradável e econômica

Hovenring – Holanda

A Holanda também é conhecida como um país amigo dos ciclistas e isso se fortaleceu com a inauguração do Hoverning, um rotatório suspenso de estrutura estaiada e com incríveis 72 metros de diâmetro.

Sua localização é acima da via expressa e pela qual passam mais de 20 mil carros por dia. Priorizando a segurança dos ciclistas, Hoverning agora está consolidada como uma das ciclovias mais inovadoras do mundo.

Curiosamente, “hoverning” pode ser traduzido como “a pairar” ou “flutuando” – por isso o nome da ciclovia

Te Rewa Rewa Bridge, New Plymouth – Nova Zelândia

Inaugurada em 2010, a Te Rewa Rewa Bridge é uma ponte localizada acima do rio Waiwhakaiho. Com uma estrutura diferenciada que lembra um esqueleto, a ponte possui o enquadramento perfeito do Monte Taranaki, considerado sagrado.

A circulação é exclusiva de pedestres e ciclistas, que podem aproveitar o design arrojado por quase seus 70 metros de extensão. Lateralmente, a ponte forma uma imagem semelhante à de um fóssil, tornando o passeio ainda mais interessante

Peace Bridge, Calgary – Canadá

Conectando o lado norte ao lado sul da cidade de Calgay, no Canadá, a Peace Bridge foi inaugurada em 2012 e é exclusiva pra o uso de pedestres e ciclistas. Sua diferenciação fica em seu design: a ponte tem um formato de tubo vazado e um tom de vermelho vibrante.

A ponte foi projetada pelo renomado arquiteto Santiago Calatrava e se tornou um ponto turístico da cidade, já que possui ar futurista e garante o toque de cor ao local. Com isso, não apenas priorizou-se o uso de ciclovias na cidade, mas também foi gerado um impacto positivo para a aparência do local

Williamsburg Bridge, Nova York – EUA

Nova York está entre as dez maiores cidades do mundo que também prioriza o uso de ciclovias, como é o caso da ponte Williamsburg Bridge.

A ponte passa sobre o East River e possui uma área dedicada exclusivamente aos ciclistas, que coexistem não apenas com os carros, mas também com os famosos trens novaiorquinos

Donauradweg, Viena – Austria

A austríaca Danube Bike Park ou Donauradweg é mais uma entre as soluções urbanas que priorizam as ciclovias e que impressionantemente atravessa 10 países, incluindo a Alemanha, Croácia e Romênia.

Com uma paisagem de tirar o fôlego entre parques nacionais e locais históricas, essa ciclovia mostra o respeito com os ciclistas e como a segurança pode e deve ser uma prioridade entre as cidades

Don Burnett Bicycle-Pedestrian Bridge Cupertino California – USA

A ponte Don Burnett Bicycle-Pedestrian Bridge também é conhecida como The Mary Avenue Bridge e é destinada exclusivamente para o trânsito de pedestres e ciclistas.

O nome da ponte é em homenagem a Don Burnett, ex-prefeiro de Cupertino, na Califórnia e que desde os anos 80 desejava priorizar o uso de ciclovias na cidade.

Essa ponte, inclusive, foi responsável por dar à cidade prêmios como o Helen Putnam Award of Excellence e da American Council of Engineering Companies of New York por sua engenharia e design

Ciclovia De Groene Verbinding, Rotterdam – Holanda

Rotterdam é dona da segunda maior rede cicloviária do mundo, com 1600 km entre ciclovias e ciclofaixas – perde apenas para Hamburgo, na Alemanha, com 1850 km.

Mais um exemplo de que as bikes são a prioridade por lá é a ciclovia De Groene Verbinding, ou Green Connection, inaugurada em junho de 2014.

É a mais longa estrutura de rede tridimensional do mundo. O design envolvente fornece abrigo e proteção durante o trajeto dos ciclistas e pedestres e, ao mesmo tempo, de uma vista panorâmica dos arredores.

Bike escalators, Tokyo – Japão

As Bike escalators não são uma ciclovia, mas, sim, uma solução prática, eficiente e bastante útil para o ciclista: são uma espécie de escada rolante para bicicletas.

Com isso, os ciclistas não precisam se preocupar em carregar o peso de suas bicicletas, já que basta posicionar a bicicleta na esteira e segurá-la enquanto sobe os degraus. Isso ajuda não apenas na segurança, como também estimula o uso desse meio de transporte

Com a necessidade de implementar soluções sustentáveis e mais seguras, muitas cidades pelo mundo criaram soluções urbanas que priorizam ciclovias, atingindo um resultado responsável, seguro e, muitas vezes impressionante. Uma ótima inspiração para o Brasil.

  
  

Publicado por em