As belezas das 18 piscinas naturais do Paraíso Perdido

Localizada em Minas Gerais, a região só foi descoberta há 50 anos, mas ganhou fama por sua beleza ímpar, em especial pelas piscinas naturais de água cristalina e se transformou num paraíso dos ecoturistas

  
  
A região é famosa entre os ecoturistas, mas a principal atração são suas 18 piscinas naturais

Uma das áreas mais belas do país era um segredo até poucas décadas atrás quando dois turistas paulistas perdidos encontraram um paraíso, na região da Serra da Canastra. O local, desconhecido da população em geral até 1960, recebeu o sugestivo nome de Paraíso Perdido e em poucos anos ganhou destaque nos roteiros dos turistas que procuram aventura e contato com a natureza. Situada na zona rural da cidade de São João Batista do Glória, em Minas Gerais, a região é famosa por suas belezas e principalmente, pelas 18 piscinas naturais e oito cachoeiras.

Situada a aproximadamente 310 quilômetros de Belo Horizonte, Paraíso Perdido conta com uma infraestrutura turística simples e é conhecida entre os praticantes de ecoturismo, com diversas opções de locais paradisíacos para a prática de escaladas, trilhas, trekking e mergulho. Já para quem preferir menos emoções, a dica é curtir as famosas piscinas naturais da região. Com água translúcida, elas são o principal 'ponto turístico' entre tantos que existem no local. Situadas na parte baixa do vale, as piscinas atraem interessados em relaxarem e curtirem a natureza.

Para entrar no Complexo é necessário pagar uma taxa simbólica de R$ 35, que é revertida para a manutenção de Paraíso. Aberto diariamente, o local funciona entre as 8h e 18h, mas quem quiser estender a aventura poderá optar por se hospedar num dos campings da região. O valor da pernoite varia conforme o local e os serviços escolhidos. Já quem preferir mais conforto, a melhor opção é optar por um hotel ou pousada na área urbana de São João Batista do Glória. As cidades vizinhas de Carmo do Rio Claro, Capitólio, Delfinópolis e Passos também oferecem boas opções de hospedagens.

Para evitar surpresas desagradáveis com cheias repentinas é importante sempre estar atento a previsão do tempo para região, pois as chuvas podem rapidamente aumentar os níveis das piscinas naturais e ribeirões. Durante os meses de dezembro e março é comum temporais no início da tarde. A dica é sempre chegar cedo ao Complexo de Cachoeiras Paraíso Perdido para curtir ao máximo as belezas que a natureza escondeu do homem até a década de 60.

Cânion de Furnas

Descrição

Outro paraíso muito próximo ao Complexo de Cachoeiras Paraíso Perdido são os famosos Cânions alagados de Furnas. Conhecida como "Mar de Minas", a região oferece passeios de catamarã pelas esverdeadas águas da imensidão do 'mar mineiro', entre fendas e paredões com mais de 20 metros de altura. Ao longo do percurso é possível avistar diversas cachoeiras e grutas que criam um cenário ainda mais encantador no lago. A dica é estender um pouco mais a viagem e curtir o paraíso ao lado!

Mapa


.

Gustavo Maximo/ Flickr - CC BY-ND 2.0
Gustavo Maximo/ Flickr - CC BY-ND 2.0
Gustavo Maximo/ Flickr - CC BY-ND 2.0
  
  

Publicado por em