Casas seculares são vendidas a R$ 3,50 em Gangi, na Itália

Os imóveis estão supervalorizados no Brasil? Na Itália, na idílica região da Sicília, casas da Idade Medieval estão sendo vendidas por até € 1. Para fazer este ‘negócio da China’ basta seguir duas simples exigências do governo local...

  
  
Desde o início da 'promoção' já foram vendidas cerca de 100 casas por preços irrisórios, mas ainda existem outros 300 imóveis para serem 'doados' aos novos inquilinos

Já pensou em comprar uma casa, na Sicília, com séculos de história por apenas € 1 (R$ 3,50)? Dezenas de imóveis construídos em pedra na bela vila medieval de Gangi esperam por seus novos proprietários, que precisam aceitar duas condições para realizar este "negócio da China": se comprometerem a reformar o imóvel nos próximos quatro anos e depositar € 5 mil (R$ 17,5 mil) como garantia que cumprirá o acordado. Ao final, o valor é devolvido. A intenção é que a campanha mude o cenário econômico do local e Gangi possa se tornar um destino turístico.

Localizada a 120 quilômetros de Palermo, capital da Sicília, Gangi foi eleito, em 2014, o burgo mais belo do país. Porém, seu 'problema' é estar localizada distante do litoral e dos principais centros turísticos da região. Com a falta de perspectivas econômicas aos jovens locais, muitos migraram para os Estados Unidos e Argentina, entre as décadas de 1890 e 1940. Em 1950, eram cerca de 17 mil habitantes. Atualmente, o número não chega a sete mil moradores.

Outro importante fator que influenciou na onda de emigração foi o crescimento da máfia siciliana com o chefão Andaloro-Ferrarelo. Com o aumento do poder do crime organizado, as últimas atividades econômicas, que geravam empregos na região, fecharam. Em pouco tempo, Gangi quase se transformou num vilarejo fantasma, com dezenas de casas abandonadas.

Os imóveis construídos em pedra no século XIII deverão manter as características originais, entre elas a curiosa divisão em três andares. No térreo, a casa abrigava os animais de grande porte como vacas, jumentos e cavalos. No segundo piso ficavam as cabras, galinhas e animais menores. Já o terceiro e último andar era dedicado as famílias dos aldeões que habitavam o local e comportava até 10 pessoas.

Desde o início da 'promoção' já foram vendidas cerca de 100 casas por preços irrisórios, mas ainda existem outros 300 imóveis para serem 'doados' aos novos inquilinos custando até € 5 mil (R$ 17,5 mil). A promessa é de muita tranquilidade, áreas verdes e uma vista paradisíaca aos futuros moradores, além de bolso cheio!

Mapa


.

Localizada a 120 quilômetros de Palermo, capital da Sicília, Gangi foi eleito, em 2014, o burgo mais belo do país
A intenção da campanha é mudar o cenário econômico do local e Gangi se tornar um destino turístico
  
  

Publicado por em