Você ficaria hospedado num resort, construído por Hitler, que será transformado num hotel de luxo?

Com capacidade para cerca de 20 mil pessoas na época da construção, o prédio nunca chegou a ser utilizado para sua função inicial. Ao longo dos anos, Prora foi usado como abrigo de guerra e até estoque de armas durante a Guerra Fria

  
  
Atualmente, mais de 70 anos após o início da construção, o local ganhará uma nova vida e se tornará pela primeira vez um resort, como desejava Hitler

Você ficaria hospedado num resort construído por Adolf Hitler especialmente à elite nazista? O incrível complexo que está localizado em Rügen, maior ilha alemã, foi construído durante o 3º Reich, entre os anos de 1936 e 1939. Nomeado de Prora, o colossal prédio foi erguido como primeira ação do projeto "Kraft durch Freude" (Força através da Alegria, em português). A intenção inicial era criar diversos resorts na ilha transformando-a num enorme balneário exclusivo para uso dos nazistas.

Situado à 150 metros da praia, o complexo possui 4,5 quilômetros de extensão e capacidade para até 10 mil famílias. Juntamente com o setor hoteleiro há outros oito edifícios que serviriam como áreas de lazer e restaurantes que teriam capacidade para atenderem até 20 mil pessoas. Em 1937, o complexo ganhou notoriedade e conquistou um famoso prêmio, da época, de arquitetura e designer. A intenção de Hitler era transformar o local no maior balneário do mundo, mas a guerra não permitiu.

Atualmente, mais de 70 anos após o início da construção, o local ganhará uma nova vida e se tornará pela primeira vez um resort, como desejava Hitler. O complexo está sendo totalmente reformado por uma empresa alemã que irá transformar os prédios abandonados em um hotel cinco estrelas. A intenção é que também funcione um spa na enorme estrutura, além de restaurantes e áreas de lazer. As obras já estão em andamento, mas ainda não possuem previsão de conclusão.

De abrigo à depósito

Após o final da 2ª Guerra Mundial houve a intenção de demolir o enorme complexo, mas a grave crise econômica que a União Soviética passava impediu a destruição devido a falta de dinamites

Com o início da 2ª Guerra Mundial, a Alemanha precisou centrar suas forças no conflito e abandonou o local. Os trabalhadores que atuavam na finalização do projeto megalomaníaco de Hitler foram transferidos para a construção da Usina V-Armas, na cidade de Peenemünde. Com o passar dos anos e a demora numa solução rápida para a batalha, que já se estendia por toda a Europa, os alemães transformaram seu antigo resort num abrigo. As primeiras 'invasões' ocorreram durante um bombardeio a cidade de Hamburgo.

Já após o final da guerra e no período de domínio comunista houve a intenção de demolir o enorme complexo, mas a grave crise econômica que a União Soviética passava impediu a destruição devido a falta de dinamites. Com isso, decidiram utilizar os prédios como abrigo militar armazenando armas, munições, além de veículos de médio e grande porte. Ao final do regime comunista, o complexo voltou a ser abandonado.

Mapa


.

Situado à 150 metros da praia, o complexo possui 4,5 quilômetros de extensão e capacidade para até 10 mil famílias
O incrível complexo que está localizado em Rügen, maior ilha alemã, foi construído durante o 3º Reich, entre os anos de 1936 e 1939
  
  

Publicado por em