Ombudsman da Revista Ecoturismo & Sustentabilidade - Aquele que representa

Caio Túlio Costa, primeiro ombudsman da Folha de São Paulo, traduziu o termo como “aquele que representa”. Ou seja, a função é de analisar de forma crítica a revista e aproximar a opinião dos leitores ao conteúdo publicado.

  
  

Ecoturismo & Sustentabilidade

Hawston Pedrosa - Ombudsman da Revista Ecoturismo & Sustentabilidade

Hawston Pedrosa
Twitter: @hawston/www.Digite.Aqui.Seu.Link|@hawston]]

joninhas17 - @hawston Ombudsma, quÊquêilsom? Esta foi a reação de um querido amigo pelo Twitter quando me anunciei como o novo Ombudsman da Revista Online Ecoturismo e Sustentabilidade, graças ao convite dos editores do periódico.

Ombudsman é um nome feio. Mas Caio Túlio Costa, primeiro ombudsman da Folha de São Paulo, traduziu o termo como “aquele que representa”. Ou seja, a função é de analisar de forma crítica a revista e aproximar a opinião dos leitores ao conteúdo publicado.

E eis aí o grande desafio para aqueles que fazem a Revista Online Ecoturismo e Sustentabilidade! Obter o feed back dos leitores cada vez mais massivos, através de comentários, seja no Blog, Twitter e Orkut, ou até mesmo através de e-mails, expressando opiniões sobre os assuntos publicados nas matérias, criticando e principalmente sugerindo; pois são os leitores, a razão da existência desta revista.

Declaro aberto o diálogo entre os bons leitores da nossa revista, e que busquem fazer contato de primeiro, segundo e terceiro grau e com isso, um conteúdo cada vez mais qualificado e que atenda aos anseios dos leitores. Para que a bandeira da sustentabilidade seja cada vez mais engajada.

Esta jovem revista com suas primeiras seis edições já publicadas, têm procurado inovar, comprometida com a formação de opinião imparcial. Na quinta edição publicada, exemplo disto são as palavras do editorial, onde na carta aos ecoleitores, o Editor faz uma reflexão sobre a responsabilidade política do brasileiro no ano de 2010, ao escolher por meio do voto direto, o governante que melhor trouxer propostas de trabalhos e evidenciar maior capacidade em executá-las e que os eleitores não sejam influenciados por promessas pouco concretas e baseadas simplesmente em temas em voga, como hoje representam a sustentabilidade e o aquecimento global.

A variedade de temas relevantes numa só edição, é um ponto forte da Ecoturismo e Sustentabilidade, mesmo dentro do contexto dos seus pilares de conteúdo que é o próprio nome da revista. Percebe-se isto nas matérias sobre a utilização da Bucha vegetal e sobre o programa de voluntariado em ação social da IICD. A “bucha”, é uma planta parente da melancia e do pepino, mas de origem africana. Muito bem adaptada as condições de solo e clima do Brasil, ela já está proporcionando sustentabilidade econômica em algumas micro-regiões pouco desenvolvidas do país e até suscitando pesquisas na área de biotecnologia.

O tema voluntariado, está amplamente relacionado ao tema sustentabilidade, e por que não ao turismo. Segundo o site www.voluntarios.com.br, 54% dos jovens brasileiros, querem ser voluntários e não sabem como. Somente 7% dos jovens brasileiros são voluntários contra 62% dos jovens americanos. Empresas Brasileiras gastam quatro bilhões de reais por ano em segurança patrimonial e pessoal de seus executivos e cinco mil reais por mês em filantropia.

Segundo o Imposto de Renda, a média para doações e contribuições é de 23 reais por ano. Ao tratar deste tema, o autor Leonardo Picarelli instiga um engajamento a programas de voluntariado, pois, além de ajudar aos necessitados, imprime incalculável bagagem de vida ao participante, além da oportunidade de conhecer lugares novos. Isto é turismo social! Particularmente, já fiz planos de ingressar em um programa para voluntariado, também na áfrica, mas ainda não consegui realizar este desejo.

Todos nós cometemos erros, e portanto, devemos assumir nossos erros. Antes de ser nobre, é a nossa obrigação! A equipe da revista abriu na página 16 da 5ª edição , um espaço para errata, fazendo as devidas correções e mencionando a página, logicamente referindo-se à 4ª edição. Não seria demais se também fosse mencionando a edição da referida errata.

O Brasil em seu “Cada Canto, um encanto”, traz um país que poucos conhecem. A idéia de se falar de roteiros poucos conhecidos e eventualmente baratos, faz a popularização do turismo, tornando-o mais sustentável.

Com tudo que tratamos, fica a dica: Sejamos conscientes naquilo que defendemos e jamais ECOHipócritas, levando a bandeira verde por conveniência ou para ficarmos “bem na fita”, principalmente com a exposição do indivíduo pelas mídias sociais. Quanto ao EcoHipócrita da revista, espera-se que ganhe uma coluna permanente.
Espero que nesta edição, possamos trazer opiniões alinhada pelos nossos leitores. Abraço!

Quem é Hawston Pedrosa?
Nascido no início da década de 80 na cidade do Recife-PE, aos sete anos de idade, mudou-se com sua família para Petrolina-PE para viver um sonho Rural.

Desde os tempos da cidade grande, sempre apaixonado por animais e plantas, formou-se em Engenharia Agronômica pela Universidade do Estado da Bahia-UNEB e até hoje mora numa “roça” e se esforça para manter hábitos sustentáveis.

Atualmente é responsável Técnico da SANVALE Gestão Ambiental | www.sanvale.com e aspirante a blogueiro.

  
  

Publicado por em