Revista Online Ecoturismo & Sustentabilidade - 5ª Edição

Teremos eleições presidenciais e estaduais este ano e é o momento que temos que aproveitar da generosidade de nossos ‘representantes’. Devemos fazê-los se comprometerem com o nosso futuro, e este futuro tem nome e sobrenome, chama-se Meio-Ambiente.

  
  
5ª Edição

Ano novo, vida nova, mas problemas velhos. Problemas todos temos, mas o que não podemos é levá-los de um ano para o outro empurrando com a barriga. Neste ano de 2010 teremos eleições presidenciais e estaduais e é o momento que temos que aproveitar da generosidade de nossos ‘representantes’. Devemos fazê-los se comprometerem com o nosso futuro, não só econômico, mas com algo muito mais importante do que o dinheiro, a segurança, a saúde e outros problemas tão graves. Este futuro tem nome e é composto, chama-se meio-ambiente. Sem ele em perfeita harmonia, todos os nossos problemas ficam pequenos.

Já está no ar a 5ª Edição!!

Quando a natureza decide mostrar quem ela é, tudo passa para segundo plano. Vide o Haiti poucos dias atrás, hoje todos os problemas do país, não tem mais a menor importância, perto do desastre que a natureza lhe causou. Segurança, miséria e tudo mais, ficaram até pequenos para o que restou do país devastado por um terremoto.

Voltando ao Brasil, o fator Marina Silva, é algo que pode ajudar em muito o Brasil sustentável. Com a entrada dela na disputa pelo Palácio do Planalto, o tema meio-ambiente entrou na pauta de todos os candidatos, o que é muito positivo, dando relevância a um tema extremamente importante para quem sonha em ser uma potência um dia.

Só esperamos que não ocorra como em 2006, quando o assunto educação entrou na pauta por conta da candidatura do ex-ministro da educação, Cristovan Buarque. Assim como entrou nas campanhas presidenciais, o tema saiu, sem resultados para o país. Pura demagogia de políticos.

Contudo, nem tudo é ruim para o Brasil. A terra do futebol, do carnaval, pode ser o primeiro país do mundo a entrar para o hall das nações desenvolvidas sem desmatar todas as suas florestas nativas, assim como fizeram os países europeus e os Estados Unidos. Isto está previsto para ocorrer em 2016, no ano das Olimpíadas do Rio. Agora, esperemos que esta data de fato chegue e possamos comemorar triplamente neste longínquo ano.

Ecoturismo & Sustentabilidade

  
  

Publicado por em