Exposição reúne artesanato indígena no Bosque da Ciência

Uma das marcas desse trabalho é a utilização de escamas de peixes, fibras e sementes de frutas tipicamente amazônicas.

  
  

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCT) realiza a partir desta terça-feira (20/4) uma exposição com peças artesanais confeccionadas por indígenas de cinco associações amazonenses.

As peças ficarão a mostra até sexta-feira (23/4) na Ilha da Tanimbuca do Bosque da Ciência do Inpa, localizado na Rua Otávio Cabral – Petrópolis.

Durante a exposição, ocorrerão algumas oficinas para os visitantes enfocando o processo e as técnicas empregadas na criação das peças indígenas. Uma das marcas desse trabalho é a utilização de escamas de peixes, fibras e sementes de frutas tipicamente amazônicas.

Objetos como brincos, criados a partir da escama de peixe, da semente de inajá e açaí; prendedores de cabelo, feito a partir do caroço do tucumã; pulseiras, elaboradas com a semente de açaí, entre outras peças.

Para a responsável pela Associação de Mulheres Indígenas Sateré-Mawé, Sônia da Silva Vilacio, além de auxiliar o grupo a manter as atividades, a exposição será uma forma de fortalecer a divulgação do trabalho.

“Nossa associação foi fundada para lutar pelos direitos das mulheres indígenas da cidade, manter sua identidade indígena e, também, combater a violência. O trabalho com o artesanato é voltado para ajudar a associação nisso. Queremos divulgar mais esse trabalho que nós aprendemos a fazer com nossas avós”, conta.

Além da Associação de Mulheres Indígenas Sateré-Mawé, outros quatro grupos do Amazonas participam da exposição. Entre eles, a Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro, Associação Potekarã Númiã, Associação Wotchimaucu e Associação Bayuruá.

Fonte: Tabajara Moreno

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em