Artesanato é tema de seminário na Fenadoce gaúcha

Seminário na Feira do Doce de Pelotas vai reunir 300 profissionais da Costa Doce

  
  

A importância do artesanato como fator de desenvolvimento territorial será tema de um encontro que vai reunir cerca de 300 profissionais do setor no Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (17). O tema estará em pauta no Seminário de Artesanato do Mar de Dentro, no auditório da Feira Nacional do Doce (Fenadoce), em Pelotas (RS), município distante 252 quilômetros de Porto Alegre. A iniciativa é do Sebrae/RS em parceria com as secretarias municipais de Turismo da região da Costa Doce.

Os artesãos aguardados para o evento fazem parte de grupos provenientes de 25 municípios da Região Sul do Estado que são apoiados pelo projeto Artesanato do Mar de Dentro. A ação é impulsionada pelo Sebrae/RS, Sebrae Nacional, Votorantim Celulose e Papel, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Associação Rio-grandense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater).

O Grupo Ladrilã é composto por 47 empreendedores que utilizam a lã como matéria prima para disseminar a cultura e a tradição do sul do Estado por meio dos seus produtos. Já O grupo Bichos do Mar de Dentro foi criado em 2006, constituído a partir da união de artesãos dos municípios de Camaquã, Rio Grande, São Lourenço do Sul e Pelotas. Com o auxílio de uma equipe de designers, os artesãos desenvolveram a primeira coleção de artesanato inspirada na Costa Doce do Rio Grande do Sul.

De acordo com a gestora dos projetos de Turismo da Regional Sul do Sebrae/RS, Jussara Argoud, além de ressaltar a importância do artesanato como fator de desenvolvimento local e regional, o seminário tem o objetivo de informar a comunidade sobre as iniciativas e os projetos de artesanato existentes na Costa Doce. “Queremos divulgar os produtos artesanais já consolidados e aqueles que são potenciais na região”, acrescenta a gestora.

Segundo o supervisor do Senar/RS na região sul do Estado, Alcides Renato Braga Soares, o artesanato surgiu para as comunidades carentes do Sul do Estado como mais uma alternativa de renda. “E a parceria com o Sebrae/RS potencializa a capacitade que esses profissionais têm de alcançar o mercado consumidor, fechando o ciclo da cadeia produtiva do artesanato”.

A artesã Tania Tunes Furtado, que faz parte dos grupos Bichos do Mar de Dentro e Ladrilã, já confirmou presença no Seminário. “Eu procuro participar de todos os eventos que envolvem o tema. É sempre bom renovar os conhecimentos”. A empreendedora trabalha com artesanato há oito anos e sua primeira experiência com o setor surgiu quando se mudou de Piratini para Pelotas. “Queria conhecer pessoas novas e fazer amizades, por isso entrei em grupos de artesanato e depois acabei tendo a oportunidade de ingressar no projeto do Sebrae/RS”, conta a artesã, que trabalha com tecelagem, tapeçaria e bordado.

Programação

O Seminário de Artesanato do Mar de Dentro terá atividades das 9 às 17h. Na parte da manhã serão realizadas as seguintes palestras: 'O Artesanato no Sebrae Nacional', com a coordenadora nacional de Carteira de Projetos - Artesanato, Durcelice Macene; e 'O Artesanato valorizando a cultura local', com a gestora estadual do artesanato no Sebrae/RS, Vânia Fernandes.

No primeiro turno do dia haverá também o painel 'O desenvolvimento de novos artesãos - oficinas de técnicas artesanais e preservação das técnicas baseadas na cultura local', com a participação do supervisor do Senar/RS na região sul do Estado, Alcides Renato Braga Soares, da assistente técnica estadual do Artesanato e Gênero da Emater/RS, Ligiamar Frizzo, e da diretora técnica da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS), Erli dos Santos.

À tarde, estão previstas a palestra 'A importância do design contemporâneo no Artesanato', com as consultoras do Sebrae/RS Maria Cristina Azevedo Moura e Ana Luisa Cuervo Lo Pumo, e a apresentação do Projeto Artesanato do Mar de Dentro, pela gestora Jussara Argoud. O evento também terá espaço para depoimentos de artesãos de grupos (Cases de Sucesso) e terminará com a palestra 'Estratégias de Comercialização e Pontos de Vendas para o Artesanato', a ser realizada pela consultora do Sebrae/RS Ângela Klein.

Artesanato do Mar de Dentro

As ações do projeto Artesanato do Mar de Dentro beneficiam grupos de artesãos da zona rural, na periferia urbana e nas colônias de pescadores, dos seguintes municípios: Aceguá, Amaral Ferrador, Arroio do Padre, Arroio Grande, Candiota, Canguçu, Capão do Leão, Cerrito, Chuí, Cristal, Herval, Hulha Negra, Jaguarão, Morro Redondo, Pedras Altas, Pedro Osório, Pelotas, Pinheiro Machado, Piratini, Rio Grande, Santana da Boa Vista, Santa Vitória do Palmar, São José do Norte, São Lourenço do Sul e Turuçu.

Os objetivos do projeto são: fortalecer núcleos de artesanato; promover o associativismo e o cooperativismo; buscar a sustentabilidade financeira; apoiar a criação, produção e comercialização de produtos diferenciados e qualificados, com forte identidade regional, elaborados nas categorias de biscuit, bordados, costura, crochê, madeira, lã, couro, escamas, couro de peixes e fibras naturais.

Serviço:
Sebrae/RS - (51) 3216-5165, 3216-5182 ou 9955-8192
Sebrae/RS Sul - (53) 3225-0541
Central de Relacionamento Sebrae - 0800-570-0800

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em

Jair

Jair

28/05/2010 14:17:09
Muito bom, é Preciso que mais pessoas e tambem os governos deem atenção ao artesanato, pois existe muita diferença entre uma peça confeccionada a partir das maõs de um artesão a aquela que vem de outros continentes, feita por maquinas e muitas vezes através de trabalho escravo e de procedencia desconhecida.

Só participando de palestras e lendo sobre a importancia do artesanato para a nossa sociedade é que veremos lataente as diferenças entre estes produtos...
espero que mais gente se interesse pelo tema e na hora da aquisição de produtos se leve em conta tambem a importancia do artesanato a nossa economia local...
parabens ao SEBRAE pela iniciativa.