Artesanato socialmente responsável conquista prêmio nacional

Instituição que presta serviço social e produz cerâmica no interior de Goiás é uma das contempladas pelo Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato

  
  
Luiz Alberto e Soulni Inácio: focando na profissionalização

A Associação Adelino de Carvalho, em Ipameri, a 193km de Goiânia, no sudeste de Goiás, foi criada há mais de 40 anos para oferecer assistência e formação aos adolescentes e jovens da região. Com os produtos da marca Cerâmica Boa Nova, a associação comemora uma conquista inédita: é uma das vencedoras do Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato.

O prêmio tem como objetivo reconhecer os bons exemplos em gestão nas unidades produtivas e dar visibilidade aos produtos artesanais brasileiros. Nesta segunda edição do Top 100, 66 unidades se inscreveram em Goiás e cinco foram premiadas. Além da associação de Ipameri, foram contemplados o Instituto Flamboyant (Goiânia); Sucesso Jóias / Magda Santos (Goiânia); Jazidas de Goiás / Christiano Vaz de Freitas (Caldas Novas); e Tecelagem Olhos d’Água (Alexânia).

A associação participará da cerimônia de premiação e da rodada de negócios que serão realizadas ainda no primeiro semestre no Rio de Janeiro e também poderá utilizar o selo ‘Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato – 2ª edição’ em suas peças. Receberá, ainda, um certificado de premiação e seu trabalho será divulgado nos sites do Sebrae Nacional e do Sebrae Goiás, no CD promocional e no catálogo do prêmio.

Para Maria Beatriz Ribeiro de Lúcia, gestora de projetos de artesanato no Sebrae em Goiás, o prêmio ressalta a atividade de pessoas que se dedicam ao seu negócio e estão há muito tempo em busca de aperfeiçoamento. “O Top 100 premia os profissionais que conseguem se formalizar e transformar o produto artesanal em um negócio viável. Muitas vezes unidades produtivas que não são contempladas com o prêmio apresentam produtos bonitos, bem-feitos. Porém, o prêmio não é apenas para o design, para o produto. É, sobretudo, para a gestão do negócio, que envolve diversos aspectos”, avalia.

Trabalho social

A Associação Adelino de Carvalho é uma obra educacional espírita, constituída como organização não-governamental (ONG). De acordo com o presidente, Luiz Alberto Costa, o artesanato sempre foi utilizado como uma ferramenta para a realização do trabalho com os adolescentes e jovens. “Já tivemos o trabalho com a tapeçaria, utilizando o sisal, mas decidimos focar exclusivamente na cerâmica, que era o que nós fazíamos de melhor. Na cidade de Ipameri, encontramos matéria-prima de boa qualidade e em abundância e temos uma vocação para a atividade ceramista”, conta.

No início, a associação produzia a cerâmica vitrificada, conhecida como faiança. A partir da década de 80, passou a investir em produtos de cerâmica vermelha, a terracota. Atualmente, a produção gira em torno de 20 mil peças por mês, entre vasos, potes, tigelas e objetos decorativos. A maior parte é comercializada para a rede de hipermercados Extra, para o grupo Carrefour e as lojas Leroy Merlin.

De acordo com o vice-presidente da instituição, Soulni Inácio da Silva, é um grande desafio ser fornecedor de grandes redes de lojas como estas. “Eles têm um nível de exigência elevado e são empresas que nos exigem uma organização e um aperfeiçoamento constantes. Temos que estar sempre atentos quanto à qualidade dos produtos e aos prazos de entrega, que são rigorosos”, avalia.

A Associação Adelino de Carvalho emprega, atualmente, 30 pessoas, e atende a 50 aprendizes, com idades de 15 a 18 anos. Os menores são bolsistas e recebem um auxílio financeiro proveniente da venda dos produtos. Além disso, eles precisam freqüentar a escola e recebem atendimento médico e odontológico.

“A associação começou com dois adolescentes e foi crescendo. Já tivemos aqui até 400 aprendizes. Devido às dificuldades, este número foi reduzido. Estamos focando na profissionalização e saindo da questão da assistência. Muitas pessoas que passaram pela associação hoje têm sua própria oficina. Nós apoiamos estes núcleos de produção, fornecemos informações e também material para eles trabalharem”, diz Luiz Alberto.

Sobre o Prêmio Sebrae Top 100, ele diz que trata-se de um marco na história da associação. “Acho que será o início de um novo tempo, uma nova etapa de nossa trajetória. Precisamos aproveitar bem esta oportunidade para abrir novas perspectivas”, ressalta Luiz. Um dos projetos previstos nesta nova etapa do trabalho é a instalação da Escola Técnica de Cerâmica, que conta com a parceria da Associação Adelino de Carvalho, da Secretaria de Educação do Estado de Goiás, do Centro Profissional Sebastião Serqueira e da Prefeitura Municipal de Ipameri. A previsão é de que a escola comece a funcionar no segundo semestre de 2009.

Serviço:
Cerâmica Boa Nova / Associação Adelino de Carvalho - (64) 3491-1454
www.adelino.org.br – www.ceramicaartesanal.com.br
Avenida Gustavo Leyser nº 41, Dom Vital – Ipameri (GO)
Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato - www.sebrae.com.br
Agência Sebrae de Notícias em Goiás (ASN/GO) - (62) 3250-2268

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em