Artesão, Artesanato e muita história em Pirenópolis/GO

Andar pelas vielas de Pirenópolis é entrar em contato com artistas e artesãos locais.

  
  

Andar pelas vielas de Pirenópolis é entrar em contato com artistas e artesãos locais. Muitos deles são oriundos das comunidades alternativas de décadas passadas e trabalham com prata. Outros utilizam produtos típicos do Cerrado para desenvolver obras que remetem às festas religiosas e às características regionais.

Concentrados na Rua do Rosário e Bonfim, as lojas oferecem desde os bois mascarados tradicionais nas Cavalhadas até cerâmica estilizada feita de adobe, mistura de argilas e pedra. E há ainda os diversos objetos artesanais confeccionados com algodão – tecelagem.

O que aconteceu com a artesã Mercedes Montero, moradora em Pirenópolis há 17 anos, reflete mais uma vez o ritmo da população local. Há algum tempo um sujeito chegou a sua loja e encomendou um colete especial, todo trabalhado. “Eu não sabia quem era e brinquei, dizendo para ele passar daqui a sete anos para pegar a roupa”, explica Mercedes. O cliente era Carlos Minc, ministro do Meio Ambiente. “Uma amiga minha que me falou. Eu não sabia porque não vejo tevê”, comenta a artesã.

Conta-se também que personalidades do cinema norte-americano andam tranquilamente em Pirenópolis sem serem reconhecidas. É um refúgio sendo descoberto.

Fonte: Portal de Pirenópolis

  
  

Publicado por em