Artesão de Cabo Frio fica entre os 100 melhores do País

Versatilidade de Elson Angelim abriu portas de eventos de moda no Brasil e no exterior

  
  
Artesanato de exportação produzido por Elson Angelim encanta países europeus

Casca de ovo de avestruz é a mais nova matéria-prima utilizada pelo artesão Elson Angelim de Lima Filho, de Cabo Frio, litoral norte do Rio de Janeiro. “É porosa, mas tem uma resistência incrível e uma cor muito bonita”, afirma ele, acostumado a utilizar materiais pouco usuais na confecção de brincos, colares, pulseiras e anéis.

Como um dos contemplados pelo Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato, ele festeja o reconhecimento. “Este é um atestado de qualidade do meu trabalho e vai dar uma referência maior no mercado”, avalia.

A vocação, ele descobriu cedo. Aos 10 anos, começou a aprender com hippies que vendiam peças na porta da escola. Como era habilidoso, conquistou a simpatia do grupo e fez suas primeiras peças, que vendeu para os colegas.

Autodidata, Elson apurou o talento exercendo o trabalho. Para ele, o que faz a diferença é a busca constante de qualidade e diversidade. A intuição acabou sendo confirmada quando ele fez o Empretec, curso oferecido pelo Sebrae. “Aprendi que você tem que ter diferencial. Isso só reforçou o meu caminho”, avalia.

Com o aprendizado de diferentes técnicas, como machetaria, Elson introduziu matérias-primas surpreendentes para produzir peças como colares de mosaico com azulejos, canela em pau e piaçava. Aproveita ainda sobras de marcenarias, fundos de lata de alumínio e resíduos florestais. Ossos de boi, avestruz e porco tingidos com chá, café e espinafre também são usados pelo artista.

Sempre atento às novidades, Elson trouxe do Maranhão, seu estado natal, cocos como tucum, babaçu, pati e inajá e sementes de juçara e bacaba. Do litoral fluminense, onde vive agora, incluiu vagens do pau-brasil e sibipiruna. Estes materiais, misturados à prata, conferem uma identidade única às peças do artesãoi, que também produz laterais de biquine e alças de bolsa.

Toda esta versatilidade abriu para o artesão as portas dos eventos de moda. Entre 2005 e 2007, participou de edições do Fashion Rio, Costura Brasil, além do Premier Vision, que aconteceu em Paris, capital francesa, e Madrid International Fashion Fair (SIMM), na Espanha, que rendeu contratos de exportação nos dois países. Elson negocia ainda com a Grécia e a Itália.

Aos 51 anos, o artesão se orgulha da própria trajetória. “Sempre vivi do artesanato e o que me faz ousar sempre é saber que o que faço não se encontra em outros lugares”, afirma.

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias - (61) 3348-7138 e 2107-9362
Sebrae no Rio de Janeiro - (21) 2212-7971
Elson Angelim Artesanato - (22) 2648-0687

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em

Cris pineroli

Cris pineroli

16/05/2009 20:48:16
Parabéns pelo trabalho, gostaria de entrar em contato com alguém que trabalhe com chifres para fazer algumas peças para minha linha de bolsas e carteiras.
Se puder entrar em contato agradeço
www.crispineroli.com.br

Gleice Grassi

Gleice Grassi

07/03/2009 13:37:42
Belo trabalho! Gosto muito de Artesanato e também faço algumas coisas. Preciso aprender novas técnicas com uso de materiais diversos.
Parabéns para o Elson e para o SEBRAE.
Sou de Vitória /ES.
Gleice Grassi

Bárbara

Bárbara

07/03/2009 10:33:52
Que lindo esse colar!