Feira de Artesanato Rural vai até dia 26 na Urca/MG

A 20ª edição da Feira de Artesanato Rural apresenta trabalhos de artistas, artesãos e pequenos produtores rurais de todos os cantos de Minas Gerais

  
  

A 20ª edição da Feira de Artesanato Rural, que apresenta trabalhos de artistas, artesãos e pequenos produtores rurais de todos os cantos de Minas Gerais, teve início na noite da última quinta-feira (16), no Espaço Cultural da Urca. Um dos destaques do JulhoFest, a feira é organizada pela Associação Mineira de Artesanato Rural (Amar), com apoio da Prefeitura, e funciona diariamente, das 10h às 22h, até o dia 26 de julho.

São cerca de 30 municípios de todas as regiões de Minas representados por 58 associados participantes da Feira. A Feira traz produtos de cidades como Belo Horizonte, Betim, Caxambu, Vale do Jequitinhonha, Berilo, Contagem, Carmo do Rio Claro, Pouso Alegre, Turmalina e Formiga. Há peças de tapeçaria, cerâmica, entalhes em madeira, bijuterias, utilidades para o lar, artesanato em bambu e cana da índia, travesseiros de plantas aromáticas, sapatos, bolsas, sandálias, luminárias, esculturas, brinquedos, entre outros itens.

A área de alimentação tem produtos típicos como doces cristalizados, derivados de mel, plantas medicinais, vinhos artesanais e quitutes. No ano passado, mais de 40 mil pessoas passaram pela feira.

“É um prazer enorme manter, há 20 anos, essa parceria com a Associação Mineira de Artesanato Rural. Essa feira é muito aguardada não só pelos poços-caldenses como também pelos turistas que nos visitam nessa época do ano. Segundo o IBGE, o artesanato ocupa hoje 3% do PIB brasileiro e tem grande importância na geração de emprego e renda”, ressaltou a vice-prefeita, Gláucia Boaretto. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística revelam que o Brasil tem mais de 8,5 milhões de artesãos.

A novidade para este ano fica por conta do estande do projeto “Dê Futuro”, da Secretaria Municipal de Promoção Social, que expõe produtos em tear de prego, bordado e customização e patchwork, além dos reciclados com bambu e bagaço de cana.

Fonte: Secretaria de Turismo de Poços de Caldas

  
  

Publicado por em