Comunidade se mobiliza para parar desmatamento na Juréia

A UMJ-União dos Moradores da Juréia realiza na próxima quinta-feira (05 de julho), às 11 horas, no bairro do Despraiado, município de Iguape, um "empate" com vistas a dar um ponto final nos desmatamentos clande

  
  

A UMJ-União dos Moradores da Juréia realiza na próxima quinta-feira (05 de julho), às 11 horas, no bairro do Despraiado, município de Iguape, um "empate" com vistas a dar um ponto final nos desmatamentos clandestinos que há anos se desenrolam, com o conhecimento das autoridades competentes, na Estação Ecológica da Juréia.

Empate foi o termo criado pelo seringueiro Chico Mendes para as ações contra o desmatamento na Floresta Amazônica e é adotado pela segunda vez na Mata Atlântica em sua homenagem.

Já alertados anteriormente pela UMJ, o secretário do Meio Ambiente, Francisco Graziano, e representantes de organismos públicos e sociedade civil organizada foram convidados para a ação.

O desmatamento está comprometendo um setor de mata primária no divisor dos municípios de Iguape e Miracatu, em uma cabeceira de águas, e vem sendo denunciado pela UMJ desde agosto de 2005, quando a realização de um I Empate resultou na promoção de cerca de 60 ações pelo Ministério Público Estadual.

Contatos e informações: Arnaldo Neves (13) 9707 5651 / Dauro Prado (13) 8145 6662

Fonte: UMJ

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em