Cidade serrana do Ceará realiza festival de flores

Objetivo é impulsionar a floricultura do Estado e o turismo na Serra da Ibiapaba

  
  

A cidade de São Benedito, a 315 quilômetros de Fortaleza, em plena Serra da Ibiapaba, se prepara para sediar o seu 'I Festival de Flores' no período de 4 a 7 de setembro. A cidade concentra um dos pólos produtores do Estado e o foco do município é a produção de rosas para a exportação.

A floricultura no Ceará está dividida em quatro principais pólos produtores: o Metropolitano, com plantas ornamentais; o da Ibiapaba, com rosas; o do Cariri, com plantas ornamentais e folhagens e o do Maciço de Baturité, com flores tropicais.

São Benedito produz, hoje, oito toneladas de rosas por semana e o Ceará, 63% de todas as rosas exportadas no Brasil. Sendo que esta produção pode chegar a 12 toneladas semanais, caso sejam resolvidos gargalos como a logística de transporte, por exemplo. O setor gera, no município, 500 empregos diretos e outros 500 indiretos.

Para incentivar a expansão do setor, o Sebrae no Ceará vem promovendo, capacitações, oficinas e cursos que melhorem a qualidade da produção e a produtividade. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, o Ceará fechou 2008 com faturamento de US$ 4.883.052,00 na exportação de flores. Os principais produtos exportados são: bulbo com 77,9%; rosas com 9,2%; folhagens 1,5%; mudas 2,5%; e outras flores, com 8,8% de participação. Das exportações cearenses, 75% vão para Holanda, seguida dos Estados Unidos (0,5%), Portugal (0,9%) e Alemanha (6,1%).

O 'I Festival de Flores de São Benedito' tem o objetivo de divulgar o potencial da região e incentivar o crescimento da área cultivada. A idéia é que, com o crescimento da produção, a atual área plantada salte dos 40 hectares atuais para 200 hectares possíveis.

Na programação do festival constam exposições, visitas a floriculturas e ao Instituto TecFlores. Serão oferecidas também oficinas, feira de artesanato, seminários, palestras e apresentações artísticas.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em