Cidades mineiras fazem da Festa Junina um grande arraial

Conhecidas pelo resgate cultural e folclórico que proporcionam, as festas juninas aquecem o inverno em Minas Gerais

  
  
Minas mantém viva a tradição das quadrilhas

As festividades atraem milhares de pessoas às cidades do interior e também à capital de Minas Gerais. Além das belíssimas apresentações de quadrilha e de muito quentão, pipoca, canjica, pamonha, milho-verde e tradicionais doces das regiões, as festas juninas mineiras contam com boa música, barracas decoradas, bandeirinhas e muita animação. Em todas as regiões de Minas Gerais, o turista poderá escolher a melhor alternativa, com a certeza de que será recebido com hospitalidade, e desfrutará de belas paisagens, opções de agito, descanso e de farta gastronomia. A Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur) sugere algumas cidades para aqueles que desejam pular a fogueira em Minas e se divertirem em todo mês de junho.

Para o presidente da Comissão Mineira de Folclore e responsável pelo desenvolvimento do Arraial de Belô, Carlos Felipe Santos, as festas juninas já fazem parte da cultura de Minas Gerais e do Brasil. “O costume surgiu nos primeiros tempos da colonização devido ao fato de os Três Santos que se comemoram no mês de junho, terem tradições em Portugal”, explica. Para ele, a miscigenação fez com que a festa junina unisse culturalmente etnias diferentes. “As raízes se mesclaram juntando elementos mineiros à festa junina. Os alimentos típicos do nosso Estado, como o milho, a canjica, o pé-de-moleque incorporaram à cultura. Outras tradições se desenvolveram aqui, como a fogueira”, completa. As comemorações de São João (24 de junho) fazem parte de um ciclo festivo que passou a ser conhecido como festas juninas e homenageia, além desse, outros santos reverenciados em junho: Santo Antônio (dia 13) e São Pedro e São Paulo (dia 29).

Uma típica festa realizada no interior de Minas é a JUNIFEST III, de 5 a 7 de junho, que acontece no município de Itapeva, na Associação do Circuito Turístico Serras Verdes do Sul de Minas. Em sua terceira edição, o evento realiza uma festa junina tradicional, com apresentação de grupo de forró, além de diversas gincanas. Outra opção está em Itanhandu, município que pertence à região turística Terras Altas da Mantiqueira, que promove a Festa Junina Arraiá Sô João, entre os dias 10 e 13 de junho. Haverá barracas típicas e delícias italianas em homenagem ao Arraiá de João Batista Scarpa e delícias caipiras em homenagem ao Arraiá do Pai João.

Na Associação do Circuito Turístico dos Diamantes, a Comunidade do Bonfim, no município de São Gonçalo do Rio Preto, será realizada a Festa do Senhor do Bonfim, de 21 a 23 de junho. A comunidade é a mais antiga do município e apresenta a tradicional Marujada que homenageia Senhor do Bonfim e São João Batista. Já na região turística da Canastra, no município de Perdizes, acontece a Festa Junina na Praça Governador Valadares, uma grande comemoração aberta ao público, com participação das escolas e creches da cidade, atraindo visitantes das cidades vizinhas. O evento, que acontece em todos finais de semana do mês de junho, conta com comidas e bebidas típicas juninas e shows variados.

Na cidade de Lima Duarte, na Associação de Circuito Turístico Serras do Ibitipoca, acontecem tradicionais festas de arraial que recebem inúmeros visitantes que também procuram a região devido às belezas naturais e históricas. É nesta região que está o Parque Estadual do Ibitipoca, cheio de atrativos. Por lá, as festas ocorrem no município de Lima Duarte - a Primeira Festa Junina da Estação Paradinha, que vai ser realizada nos dias dia 11 a 14 de junho e a 5ª Festa de São João, na Associação Cultural Caminho da Serra, que vai de 24 a 26 de junho. Já o Arraial do Ibitilua, em 04 de julho e o Arraial da Alegria, no dia 13 de junho, acontecem no Arraial de Conceição do Ibitipoca (distrito de Lima Duarte). Em todas as festas tem procissão, fogueira, leilão de prendas, forró, além das belas cachoeiras.

Já em Araçaí, no Vale do Jequitinhonha, na região turística Guimarães Rosa, o Forró do Araçá, no dia 4 de julho, promete agitar os festeiros com a apresentação de danças, nas quais a população diverte-se dançando o tradicional forró e deliciando-se das comidas típicas do mês de junho.

Em Cristiano Otoni, cidade que pertence à Associação de Circuito Turístico Villas e Fazendas de Minas, é no mês de junho que é realizada a melhor festa da cidade: a Novena de Santo Antônio, do dia 4 ao dia 14. Neste ano, o grupo Causos e Violas, do SESC, se apresentará no dia 13. No domingo (14), as festividades se encerram com a missa, barraquinhas, som, fogos, gincanas e belas quadrilhas. Na região turística Pico da Bandeira, a cidade de Pedra Dourada recebe ornamentação característica com balões e bandeirinhas, nos meses de junho e julho.

Além dessas cidades, outras cidades mineiras também têm excelentes atrativos para quem gosta de dançar no arraial. É o caso de Cenira Souza Ramito, de 60 anos, freqüentadora assídua de festas juninas em vários municípios do Estado. “Em Minas Gerais há lugares onde as festas se transformaram em verdadeiros atrativos turísticos. Além do famoso Arraial de Belô, existem grandes comemorações em Caratinga, Curvelo, Itabira e outras cidades. É uma grande opção de lazer,” define.

“Arraial de Belô”

Apresentação de quadrilha no Arraial de Belô

Belo Horizonte também não fica de fora. A capital se destaca nacionalmente pelo “Arraial de Belô 2009 – concurso estadual e municipal de quadrilhas. O evento acontece nas regionais, durante todo o mês de junho, e encerra-se com o tradicional Concurso Estadual e Municipal de Quadrilhas, na Praça da Estação, nos dias 11 e 12 de julho. A festa conta com shows musicais de artistas de renome nacional, decoração junina e dezenas de barraquinhas com bebidas e comidas típicas, além de deliciosos pratos da cozinha mineira.

Para o assistente de serviço social, Carlos Macedo, a festa que anteriormente tinha conotação religiosa, hoje é popular. “A quadrilha, por exemplo, mantêm uma ligação comunitária de função social e de integração. Os jovens encontram dessa forma uma maneira de canalizarem as energias para algo festivo e cultural, ficando afastados da criminalidade,” explica o assistente social.

Informações:
Itanhandu - (35)3361-3860 - Prefeitura Municipal / Secretarias de Cultura e Turismo ou pelo site www.itanhandu.com.br
Itapeva - (35)3434-1397
São Gonçalo do Rio Preto - (38)3546-1237 - Secretaria Municipal de Cultura e Turismo
Perdizes - (34)9122-7388 - Prefeitura Municipal / Setor de Cultura e Turismo
Lima Duarte - (32)3218-9914 – Prefeitura Municipal
Araçaí - (31)3715-6139 - Prefeitura Municipal de Araçaí
Cristiano Otoni - (31)3724-1582 - Paróquia de Santo Antonio
Pedra Dourada - (32)3748-1002 - Secretaria Municipal de Educação ou pelo site www.prefeiturapedradourada.com.br
Belo Horizonte - (31)3277-9754 - Prefeitura de Belo Horizonte - PBH ou (31) 3220-1310 - Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte – BELOTUR ou pelo site www.belohorizonte.mg.gov.br
Circuito Turístico Serras Verdes do Sul de Minas: www.serrasverdes.tur.br
Circuito Turístico Terras Altas da Mantiqueira: (35) 3371-1611
Circuito dos Diamantes: www.circuitodosdiamantes.tur.com.br
Circuito Turístico da Canastra: www.circuitodacanastra.tur.br
Circuito Turístico Serras do Ibitipoca: www.circuitoserrasdeibitipoca.com.br
Circuito Guimarães Rosa: (38) 3725-1190
Circuito Villas e Fazendas: www.villasefazendas.com.br
Circuito Pico da Bandeira: www.circuitopicodabandeira.com.br

Fonte: Secretaria de Turismo de Minas Gerais

  
  

Publicado por em

Ingrid martins swan

Ingrid martins swan

23/09/2011 17:13:37
Muito bom! Só divulguem mais sobre Teóofilo Otoni.