Valinhos(SP) realiza a Festa do Figo 2010 com muitas atrações

A primeira edição da Festa do Figo foi realizada em 1949, através do desejo do padre Monsenhor Bruno Nardini em angariar recursos para construção da nova Matriz de São Sebastião.

  
  

A Festa do Figo e Expogoiaba 2010, maior evento turístico do município de Valinhos (a 90 km de São Paulo), será realizada entre os dias 16 e 31 de janeiro, no Parque Municipal de Feiras e Exposições “Monsenhor Bruno Nardini” com várias atrações. Uma das novidades será o novo local de exposição e venda de frutas, na arena onde nas últimas edições funcionou a Vila Italiana.

Conhecido como redondel, o espaço será 300 m² maior que o atual pavilhão de madeira e vai abrigar também os leilões de frutas realizados aos domingos. A 61ª Festa do Figo e 16ª Expogoiaba tem entrada gratuita.

Uma das primeiras ações da Comissão Organizadora, que está sob a presidência de Jorge Luiz De Lucca, secretário de Licitações, Compras e Suprimentos de Valinhos, foi iniciar o processo de eleição da rainha e princesas das festividades.

O concurso está em pleno andamento com 18 candidatas, que serão eleitas pela combinação de venda de votos e beleza. Parte da renda com a venda dos bilhetes será revertida para as entidades que prestam serviços assistenciais, através da Asserutil (Associação das Entidades Assistenciais de Valinhos). As candidatas podem ser conhecidas no site oficial do evento - www.festadofigo.com.br.

A meta dos organizadores, que engloba a administração municipal, agricultores, entidades assistenciais e voluntários, é alcançar o público de 500 mil pessoas e conseguir comercializar 200 toneladas de frutas.

“Estamos trabalhando para atrair um grande número de visitantes, e conseqüentemente superar os bons resultados das últimas edições”, destacou Jorge de Lucca. Para ele, os números refletem várias medidas tomadas nos últimos anos, sendo a principal delas a retomada da entrada gratuita aos visitantes, o que incentivou a ida de toda família ao Parque Municipal.

“Uma família com quatro pessoas, que gastaria um certo valor apenas para adentrar no evento, acaba usando esse dinheiro na compra de produtos, principalmente na compra de frutas”, destacou.

Para manter a segurança e tranqüilidade dos visitantes e comerciantes, o grande esquema de segurança feito pela Guarda Municipal, Polícias Militar e Civil, com apoio de seguranças particulares, continuará em vigor em 2010,. O monitoramento da segurança através de câmeras e a utilização dos detectores de metal nas entradas do parque será mantido.

E para divertir os visitantes, a Comissão Organizadora está preparando várias atrações. Os shows com as bandas regionais, que nos últimos anos foram responsáveis por mais de 100 apresentações, continuarão na programação, ocupando os vários espaços do Parque Municipal, além das apresentações de dança e música dos alunos do Centro Cultural “Vicente Musselli”.

“Sempre ouvimos que Valinhos é uma cidade cheia de talentos artísticos, e temos que aproveitar a festividade para divulgar o potencial dessas pessoas, ao mesmo tempo em que temos entretenimento de qualidade”, afirmou o presidente da Comissão Organizadora.

Os visitantes terão a oportunidade de conhecer como é realizada a produção das grandes estrelas da Festa do Figo: as frutas. Os participantes do Agroturismo terão a chance de conhecer as propriedades rurais com plantações de figo, goiabas, pêra japonesa, uva e serigüela, e produção de vinhos, licores e grapa (cachaça da uva). Eles ainda poderão comprar doces e artesanatos feitos nas chácaras.

A origem:

A primeira edição da Festa do Figo foi realizada em 1949, através do desejo do padre Monsenhor Bruno Nardini em angariar recursos para construção da nova Matriz de São Sebastião. De forma simples e comunitária, o pároco, homem dinâmico e considerado um líder na comunidade, idealizou a obra e mobilizou os agricultores e moradores para esse objetivo, através da realização de quermesses. Assim, ao mesmo tempo em que começou a angariar fundos para a empreitada, ajudou os produtores rurais na comercialização de seus frutos.

Hoje a Festa do Figo é uma grande divulgadora do potencial agrícola do município de Valinhos, conhecida como “Capital Nacional do Figo Roxo”, ao mesmo tempo em que une a classe agrícola e as entidades assistenciais para levar alegria e diversão à população da região e turistas de todo país.

Fonte : Marco Aurélio Correia
Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em