O frevo é o mais novo patrimônio cultural imaterial da humanidade

O Comitê Intergovernamental da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, formado por 24 países, incluiu o frevo, um dos mais famosos ritmos brasileiros, na lista de Patrimônios Imateriais da Humanidade

  
  
Com seus movimentos acrobáticos, compassos derivados do maxixe e mais de 200 passos, o frevo encanta por onde passa. O ritmo foi criado há mais de 100 anos nas ruas de Recife

Em reunião realizada na sede da Unesco, em Paris, o Comitê Intergovernamental da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, formado por 24 países, incluiu o frevo, um dos mais famosos ritmos brasileiros, na lista de Patrimônios Imateriais da Humanidade.

Com seus movimentos acrobáticos, compassos derivados do maxixe e mais de 200 passos, o frevo encanta por onde passa. O ritmo foi criado há mais de 100 anos nas ruas de Recife, para acompanhar as batidas aceleradas das músicas do Carnaval pernambucano e fazer o corpo todo mexer.

Considerado patrimônio cultural do Brasil desde 2007, o frevo foi o único candidato brasileiro, entre os 36 candidatos de todo o mundo. O ritmo foi descrito como "uma expressão artística", típica do Recife e de outras cidades nordestinas.

Um grupo de passistas e músicos brasileiros se apresentou para a comissão responsável um pouco antes do resultado. As festas de São Francisco de Assis, ou "San Pacho", de Quidbó (Colômbia), e a dos Pátios de Córdoba (Espanha); o tecido tradicional do chapéu de palha do Equador, assim como os diabos dançantes do Corpus Christi da Venezuela, também foram aprovados pela comissão.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em