Pó de amido e espuma fazem a alegria dos foliões no carnaval de São Luís / MA

A graça da tradicional brincadeira na capital maranhense é o folião não se irritar e buscar uma nova vítima.

  
  

O turista desavisado que chega para o carnaval de São Luís (MA) é recebido prontamente com uma caprichada dose de pó de amido de milho no rosto. E a graça da tradicional brincadeira na capital maranhense é o folião não se irritar e buscar uma nova vítima.

“Ninguém reclama. A sujeira faz parte da festa”, disse o comerciante Rodrigo Jansen, que veio do município de Bacabal, no interior do estado, para o carnaval da capital maranhense. “É muito engraçado ver todo mundo com o rosto branco”, disse o estudante Rafael Souza. “No começo a gente estranha um pouco, mas logo está na brincadeira também”, afirmou o turista uruguaio Marcio Lopes.

Este ano, além do pó de amido, os foliões descobriram a espuma industrializada. “A espuma é mais prática”, afirmou Thiago Lima. Quem ganha com a novidade são os vendedores ambulantes, que estão pelas ruas do circuito oficial do carnaval da cidade e na área da Passarela do Samba.

“Em dois dias vendi duas caixas de espumas, cada uma com 24 unidades”, comemorou o ambulante Romildo Ramos. “A espuma dá mais lucro [que o pó de amido]”, completou. Cada lata pode ser comprada por R$ 2 ou R$ 3 e a caixa de amido de milho custa R$ 1. “A gente trouxe [o pó de amido] e a espuma, mas as pessoas estão preferindo a espuma”, disse o ambulante André Silva, que em três dias de festa revelou ter vendido cerca de 10 caixas de espuma.

“A brincadeira com a espuma não estraga a essência do carnaval maranhense. O importante é sujar e manter a tradição”, afirmou o estilista João Batista Viana, que fazia uma guerra de espuma com o filho, no dia 23, próximo ao desfile das escolas de samba.

Fonte: Agência Brasil
Esta notícia está licenciada sob Licença Creative Commons Atribuição 2.5.

  
  

Publicado por em